gototopgototop

Abaixo à “Pátria Educadora” do governo Dilma (PT)/Banco Mundial!

Avaliação do Usuário: / 3
PiorMelhor 

                                                                                                                              corte-verbas-educacao-dilma

A demagógica “Pátria Educadora” anunciada por DilmaRousseff–PT logo no início de seu segundo mandato é, além de demagógico, um slogan fascista. De um nacionalismo embusteiro, digno do gerenciamento vende-pátria da frente oportunista e eleitoreira de PT/PMDB/PSB/pecedobê que, há mais de 12 anos dá prosseguimento e aprofunda a política, outrora tão criticada em FHC (PSDB), de entreguismo nacional e subserviência ao imperialismo, principalmente ianque.

Projeto que na aparência busca aparentar ser nacionalista e até defende, em suas próprias palavras, a “libertação nacional” mas, na essência, é a continuidade e aprofundamento da lógica de privatização do ensino público em nosso país, assim como do aprofundamento do controle dos monopólios internacionais sobre a produção e difusão dos conhecimentos técnicos e científicos em nosso país, via controle dos “organismos internacionais”. (FMI, Banco Mundial, etc.).

 

Radiante estrela vermelha da revolução

Reproduzimos trechos do comunicado do Comitê Regional de Mindanao Sul do Partido Comunista das Filipinas, emitido em tributo ao combatente Leoncio “Ka Parago” Pitao, destacado membro do Partido Comunista e do Novo Exército do Povo – NEP. Disponível em: http://dazibaorojo08.blogspot.com.br/

"Vida longa à Revolução! Vida longa às massas!’ Estas foram as últimas desafiantes palavras pronunciadas por Ka Parago que ressoam em todo o arquipélago."

ka parago

Seu pai era um camponês humilde que cultivava um pequeno pedaço de terra e aumentou a renda familiar como coletor de tuba (subproduto de uma espécie de palmeira). A pobreza e a fome com que deparava em toda parte, suscitou o jovem Parago a questionar o porquê daquilo e, na tenra idade, aos 22 anos, ingressou nas fileiras do Novo Exército do Povo (NEP). Isso foi em 1979, durante os anos brutais da lei marcial e em meio a condições socioeconômicas duras, quando o movimento revolucionário em Mindanao estava na sua fase nascente e havia apenas algumas centenas de combatentes do NEP.

Ka Parago e seus companheiros organizaram e ensinaram os camponeses a defender suas terras e lutar por seus direitos. Lutou contra os grandes madeireiros. Onde quer que fosse, Ka Parago trabalhou duro pelos interesses e bem estar dos pobres.

O trabalho revolucionário no campo ensinou Ka Parago os caminhos ziguezagueantes da guerra popular.  Ele era mais do que um general nas trincheiras de combate. Ka Parago foi um dos melhores descendentes da revolução de Nova Democracia. Ele mostrou atributos de um lutador e excepcional  membro do Partido Comunista das Filipinas.

 

VIVA A HEROICA RESISTÊNCIA CAMPONESA DE CORUMBIARA! 20 anos da heroica Resistência Camponesa de Corumbiara. 5 anos da Retomada e Corte Popular da fazenda Santa Elina

Reproduzimos de http://www.resistenciacamponesa.com/jornal-resistencia-camponesa/edicao-n-21/744-viva-a-heroica-resistencia-camponesa-de-corumbiara

tomada sta elina 95No dia 9 de agosto de 1995 ocorreu a Batalha de Santa Elina, também conhecida como Massacre de Corumbiara. 600 famílias camponesas sem terra montaram acampamento para conseguirem o sagrado direito à terra para nela viverem e trabalharem. Antenor Duarte, latifundiário vizinho, organizou outros grandes fazendeiros, contratou e armou pistoleiros e ordenou o ataque bárbaro contra os trabalhadores.

Policiais da PM e da COE fortemente armados atacaram o acampamento de madrugada, juntamente com pistoleiros. Os camponeses resistiram bravamente com as armas que tinham: paus, foices e espingardas. Depois de rendidos, foram humilhados, espancados, torturados e executados. Pistoleiros e policiais furaram os olhos e caparam um camponês ainda vivo, obrigaram trabalhadores a pisar nos corpos de seus companheiros, a comer o cérebro de um acampado que teve sua cabeça esmagada. Fazenda Santa Elina, 9 de agosto de 1995Ao todo, 9 camponeses foram assassinados, inclusive a menina Vanessa, de apenas 7 anos e vários desapareceram. A maioria dos trabalhadores tem sequelas emocionais até hoje e muitos morreram ao longo destes 20 anos por doenças que poderiam ter sido evitadas ou tratadas, caso as famílias tivessem recebido indenização e tratamento de saúde adequado.

 

Funcionários e estudantes do CEFET-MG realizam manifestação contra os cortes de verbas na educação!

                                                                                                                                                                     Estudantes e funcionários técnico-administrativos realizara uma manifestação contra os cortes de verba na educação na porta do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG), na manhã desta quarta-feira (15), fechando a avenida Amazonas, uma das principais da capital mineira, por quase 02 horas. O ato foi convocado pelos trabalhadores estão em greve desde o último dia 28/05 e reivindicam reajuste de 27,3% no salário, além de aumento dos benefícios de alimentação, transporte e plano de saúde. E teve a imediata adesão dos estudantes da instituição.

greve cefet

Todo apoio à luta dos servidores técnico-administrativos!

Preparar a Greve Geral contra a “Pátria Educadora” de Dilma (PT)!

 

 

 

35° ENEPe: Vitória do MEPe contra o golpe da juventude mensalão da UNE (Levante/UJS)

Avaliação do Usuário: / 6
PiorMelhor 

 

Entre os dias 12 e 19/07 ocorreu na UFPR, Curitiba, o 35° Encontro Nacional dos Estudantes de Pedagogia - ENEPe. O Campo de Luta da Pedagogia, formado por ativistas, entidades e movimentos que se organizam contra o governismo da UNE e todo o oportunismo eleitoreiro no Movimento Estudantil de Pedagogia (MEPe) aplastaram a tentativa de golpe do Levante Popular da Juventude (PT), que estavam na Comissão Organizadora (C.O) do Encontro.

 

ato1

Usando de práticas características do velho movimento estudantil burocrático da UNE (PT/pecedobê), os oportunistas do Levante Popular na C.O sabotaram todas as instancias deliberativas do Movimento de Pedagogia (MEPe), desde as reuniões da Executiva Nacional dos Estudantes de Pedagogia (ExNEPe) às plenárias do Encontro, fazendo de tudo para impor a pauta do governo ao ENEPE, encontro que há mais de 11 anos reafirma o rompimento do MEPe com a UNE e tem se posicionado aberta e claramente contra toda a política de destruição e privatização do ensino comandada pela frente oportunista e eleitoreira de Luiz Inácio/Dilma Rousseff (PT/PMDB/PSB/pecedobê).

 

People’s Movement conquers liberation for Igor Mendes: Raised arms, once more, let us scream: Fascists won’t pass!

igor mendes

Igor Mendes, geography student at UERJ, activist from MEPR and FIP-RJ, was incarcerated arbitrarily and illegally for almost 7 months at Bangu Penitentiary Complex for defending the rights of manifestation and organization for his people and his youth. Political prisoner of old Brazilian State managed by Dilma Rousseff (PT) and her electioneering opportunist front (PT/PMDB/PSB/”Pecedobe”). Igor was arrested at December 3rd of 2014 being released on last June 22 by the pressure held by democratic and revolutionary people’s movement.

Our fellow always reaffirmed on a resolute and scathing way his condition of revolutionary political prisoner of this old State of big bourgeois and landowners servants of imperialism, mainly yankee, and theirs shift managements: federal of Dilma/PT and state of Cabral/Pezão/PMDB and not for a minute lowered his head or surrendered to his tormentors. In dozens of letters and articles wrote from prison our fellow affirmed: “What Brazil needs is a Great Revolution!” Incarcerated at a medieval dungeon from old State during these lengthy months he hold firm and rose even higher our glorious and victorious Red Flags. When leaving the prison he kept unfolding and waving at the hearts and minds of our people and our combatant youth the inexorable historical truth that TO REBEL IS FAIR!

We from MEPR will never be disheartened by this fascist State and its shift managements and will follow more firms and convinced of the fairness of our cause. We’ll always fight fearlessly one by one our battles against this hateful campaign of demonization of our combatant youth and criminalization of people’s protests, of our movement and FIP-RJ, headed by the yankee imperialist spokesman, Rede Globo. We left this battle even more devoted to the campaign for the end of the process against the 23 activist against Fifa’s spree and to the immediate release of Rafael Braga and all political prisoners from the fields and the city.

Igor Mendes’ release and the habeas corpus for Elisa Quadros (Sininho) and Karlayne Moraes (Moa) are before all a serious release for all reaction, from the fascists on duty mounted on three structures at the old State (executive, legislative and judiciary) passing by the lying communication monopoly with Rede Globo at head, to the electioneering opportunists from situation and opposition that rejoice on the process, persecution and incarcerations of the combatant youth and others people’s fighters from city and from fields. As a partial victory of struggle for freedom of democratic and revolutionary political prisoners, Igor Mendes’ release is an important conquer of a broad mobilization people’s sectors in our country and throughout the world against people's protests and movements criminalization, in favor of democratic rights to freedom of reunion, freedom of speech and freedom of manifestation and in defense of the democratic revolutionary path as way of national and social liberation in our country!

This is an important political victory of all combatant youth who is rising up from north to south since the great journeys of struggle from June/July of 2013, resisting to the increasing fascistization of this old and rotten State, so well expressed in kinds such of cheap and ruffian magistrates as Flavio Itabaiana, who, putting himself as Rede Globo's lackey, commits uncountable illegalities and, as the reactionary bourgeois always does, violates his own Constitution. In the current case, ruling the execrable action of such notorious DRCI (Police Station for Repression to Crimes of Informatics), something like a new DOPS from fluminense capital.

 

Movimento popular conquista a libertação de Igor Mendes: Braços erguidos, mais uma vez, gritemos: Fascistas não Passarão!

igor mendes Igor Mendes, estudante de Geografia da UERJ, ativista do MEPR e da FIP-RJ, ficou encarcerado, arbitrária e ilegalmente, durante quase 7 meses no Complexo Penitenciário de Bangu, por defender o direito de manifestação e de organização do povo e da sua juventude. Preso político do velho Estado brasileiro gerenciado por Dilma Rousseff (PT) e sua frente oportunista eleitoreira (PT/PMDB/PSB/pecedobê), Igor foi detido no dia 03 de dezembro de 2014 sendo solto no último dia 22 de junho por pressão do movimento popular democrático e revolucionário.

Nosso companheiro sempre reafirmou de forma resoluta e contundente sua condição de revolucionário preso político deste velho Estado de grandes burgueses e latifundiários serviçais do imperialismo, principalmente ianque e de seus gerenciamentos de turno, o federal de Dilma/PT e o estadual de Cabral/Pezão/PMDB e em nenhum minuto sequer abaixou a cabeça ou se rendeu aos seus algozes. Em dezenas de cartas e artigos escritos desde a prisão, o nosso companheiro afirmou e seguiu afirmando: “O Brasil precisa é de uma Grande Revolução!” Encarcerado em uma das masmorras medievais do velho Estado durante estes longos meses, Igor segurou com firmeza e levantou ainda mais alto nossas gloriosas e vitoriosas Bandeiras Vermelhas. Ao sair da prisão seguiu desfraldando-as e agitando nos corações e mentes de nosso povo e da juventude combatente a inexorável verdade histórica de que REBELAR-SE É JUSTO!

Nós do MEPR, jamais nos abateremos pela perseguição deste Estado fascista e seus gerenciamentos de turno e seguiremos ainda mais firmes e convictos da justeza de nossa causa. Lutaremos sempre com destemor, uma a uma, todas as batalhas contra esta odiosa campanha de demonização da juventude combatente e de criminalização do protesto popular, de nosso movimento e da FIP-RJ, encabeçada pela porta voz do imperialismo ianque, Rede Globo. Saímos desta batalha ainda mais empenhados na campanha pelo fim do processo contra os 23 ativistas das manifestações contra a farra da Fifa, pela libertação de Rafael Braga e de todos os presos políticos do campo e da cidade!

 A libertação de Igor Mendes e o habeas corpus em favor de Elisa Quadros (Sininho) e de Karlayne Moraes (Moa) é, antes de tudo, uma séria derrota para toda a reação, desde os fascistas de plantão encastelados nas três estruturas do velho Estado (Executivo, Legislativo e Judiciário), passando pelos mentirosos monopólios de comunicação com Rede Globo à frente, até os oportunistas eleitoreiros da situação e da oposição que se regozijam com os processos, perseguições e encarceramentos da juventude combatente e de outros lutadores do povo na cidade e no campo. Como vitória parcial da luta pela liberdade dos presos políticos democráticos e revolucionários, a libertação de Igor Mendes é uma importante conquista da mobilização de amplos setores populares em nosso país e por todo o mundo, contra a criminalização do protesto e dos movimentos populares, em prol dos direitos democráticos à livre reunião, expressão e manifestação e na defesa do caminho democrático revolucionário como a via da libertação nacional e social em nosso país!

 

Encontro Nacional Contra as Perseguições e Prisões Políticas no Brasil. 11 e 12/07 na cidade do Rio de Janeiro.

"O Comitê em Defesa dos Presos Políticos e a Comissão dos Pais e Familiares dos Presos e Perseguidos Políticos convida a todas e todos para o Encontro Nacional Contra as Perseguições e Prisões Políticas no Brasil.

No dia 12 de Julho completa-se 1 ano das prisões políticas da final da Copa da Fifa e do cerco militar que sitiou manifestantes e moradores na Praça Saes Peña , repressão policial que chocou o mundo com agressões generalizadas contra manifestantes e cinegrafistas. Este episódio marcou o início do processo político contra 23 ativistas, dentre eles, estudantes, professores, profissionais de saúde etc. Processo que criminaliza organizações populares e sindicatos.

Este evento levanta as bandeiras contra a crescente fascistização do Estado e em Defesa do Direito de Lutarmos por nossos Direitos: Contra a Redução da Maioridade Penal; Pelo Fim do Genocídio do Povo nas Favelas; Liberdade para Rafael Braga e Todos os Presos Políticos; Pelo Fim dos Processos Políticos Contra Manifestantes; Contra a Criminalização dos Movimentos Populares."

Evento no facebook:  https://www.facebook.com/events/855504457866476//

encontro nacional rj

 

Militantes comunistas e estudantes, presos políticos revolucionários, fazem greve de fome em Marrocos

Os militantes comunistas maoístas da Juventude da Via Democrática Basista  Sofiane Srir, Hassan Ahmouch, Zouhair Belaichi e Mustapha Srati junto aos ativistas do movimento estudantil Hamza Kabaj, Omar Aaroussi, Mohamed Alhamri e Yassin Ait Larbi, presos políticos do velho Estado mrroquino,  iniciaram uma greve de fome no último dia 30 de junho, em protesto contra as suas degradantes condições de carcere, pelo  direito de receberem visitas, comida saudável, cuidados e higiene básica, julgamento justo e exigindo a libertação de todos presos políticos no país.Manifestamos nossa solidariedade à justa luta dos jovens coamunistas e aos ativistas do movimento estudantil de Marrocos e repúdiamos veemente os crimes contra o povo perpretado pelo Estado fascista marroquino.

Publicamos, abaixo, trechos uma matéria retirada e traduzida do periódico “Nueva Democracia” do Chile, nº40, Maio de 2010, na qual se informa sobre a luta do movimento estudantil no Marrocos e a brava resistência dos jovens comunistas e revolucionários nas masmorras medievais daquele país.

marrcs

 

Repúdio às perseguições políticas contra a advogada do povo Dra. Maria José do Amaral

maria-jose-ato-recife-450x300

Manifestamos nosso mais veemente repúdio à perseguição imposta pela juíza Joana Carolina Lins Pereira da 12° Vara Federal de Pernambuco à combativa advogada do povo, Dra. Maria José do Amaral, que tem atuado na defesa de mais de 400 famílias do Assentamento Urbano Cacique Xicão Xukurú, em Recife/PE.

O inquérito policial, aberto pela Polícia Federal a pedido da juíza Joana Carolina Lins Pereira da 12° Vara Federal de Pernambuco contra a advogada do povo Dra. Maria José do Amaral, tem um claro caráter político, que fica evidente pelo fato de serem apresentadas, como "provas" da abusurda e descabida acusação de "formação de quadrilha", imagens e falas de representantes de movimentos populares, de moradores da comunidade e de outros advogados populares em uma Audiência Pública convocada pela ABRAPO - Associação Brasileira dos Advogados do Povo e realizada recentemente na sede da OAB-PE, em Recife.

Neste momento, em que o velho Estado brasileiro gerenciado pela frente oportunista e eleitoreira de PT/PMDB/PSB/pecedobê incrementa a mais odiosa criminalização das lutas e organizações populares, impondo processos e prisões políticas aqueles que exigem seus mais elementares e nunca respeitados direitos, lutar contra as perseguições a Dra. Maria José do Amaral e a todos os advogados do povo é parte essencial das permanentes batalhas da juventude combatente de nosso povo, contra a crescente fascitização do velho Estado e pelos direitos democráticos a livre organização, expressão e manifestação.

Viva a Ocupação Cacique Xicão!

Abaixo o velho Estado fascista!

Rebelar-se é justo!

Movimento Estudantil Popular Revolucionário, julho de 2015 - Brasil.  

 

 


JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL