gototopgototop
Celebrações
Avaliação do Usuário: / 3
PiorMelhor 
Sex, 22 de Fevereiro de 2013 Cultura Popular - Celebrações

 

Em uma das festas populares mais tradicionais do nordeste, o "Encontro de Bois" do Carnaval de Olinda (PE), o coletivo Bagaço levou o "Boi Cote" em comemoração aos mais de 105.000 votos (entre abstenções, nulos e brancos) que ultrapassaram o prefeito que ficou primeiro lugar nas últimas eleições municipais da cidade. O Boi Cote foi bem recebido pelos brincantes, que cantaram as músicas "touro bandido" criada pelo próprio grupo e outras, como a "Bandeira da Revolução, do Zé Bentão e Bella Chao, em ritmos de coco, frevo, maracatu e cavalo-marinho. Ao longo das ladeiras de Olinda, recitaram também poesias e cordéis pernambucanos.

 
Avaliação do Usuário: / 1
PiorMelhor 
Ter, 27 de Dezembro de 2011 Cultura Popular - Celebrações

Celebramos, nesse dia 26 de dezembro, o 118º aniversário de nascimento do grande chefe revolucionário proletário, o Presidente Mao Tsetung. Filho de camponeses do Hunan, desde cedo tomou à peito a sorte do seu povo e a luta pela libertação do seu país, participando como soldado da derrubada do imperador em 1911. “Fundador do Partido Comunista da China e do Exército Vermelho de operários e camponeses estabeleceu o caminho de cercar as cidades desde o campo, desenvolveu a guerra popular e com ela a teoria militar do proletariado. Teórico da Nova Democracia, fundou a República Popular; gestor do Grande Salto Adiante e impulsor do desenvolvimento do socialismo; guia da luta contra o revisionismo contemporâneo de Kruschev e seus sequazes, chefe e mando da Grande Revolução Cultural Proletária. Estes são fatos que marcam uma vida dedicada cabal e plenamente à revolução. Três gigantescos triunfos tem o proletariado neste século (se refere ao triunfo da Revolução de Outubro, em 1917; ao triunfo da Grande Revolução Chinesa, em 1949; e à Grande Revolução Cultural Proletária, no período 1966-1976 –nota do MEPR); dois correspondem ao Presidente Mao Tsetung e se um é glória suficiente, dois o são mais”. (“Sobre o Marxismo-Leninismo-Maoísmo” –Partido Comunista do Peru).

Reproduzimos abaixo discurso pronunciado pelo Presidente Mao em maio de 1939, durante celebração aos 20 anos do Movimento 4 de Maio realizada em Yenan. Neste discurso, voltado para a juventude, ademais de desenvolver suas idéias a respeito da revolução chinesa, Mao Tsetung expõe sobre o papel da juventude revolucionária na luta pela transformação radical da sociedade e a necessidade desta ligar-se profundamente com as massas populares para alcançar seus objetivos.

Acreditamos que o texto abaixo possui grande interesse para todos os estudantes revolucionários da atualidade.

Presidente_Mao_com_dezessete_anos

 

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 
Avaliação do Usuário: / 1
PiorMelhor 
Dom, 17 de Julho de 2011 Cultura Popular - Celebrações

Maria_Oktyabrskaya

Maria Garagulya nasceu no Império Russo em 1902, na vila de Kiyat, hoje localizada na Ucrânia. Ucraniana, Maria viveu em Sevastopol, em Djankoy e depois em Simferopol, tendo um irmão e uma irmã. Em meados dos anos 30, a família de Maria foi desculaquizada, sendo transferida para os Montes Urais, a fronteira que separa a Rússia européia da Rússia asiática. Tendo já concluído seus estudos, Maria arranjou trabalho como telefonista nos Urais, onde conheceu o seu marido, o comissário-coronel Ilya Fyodotovich Oktyabrsk, cujo sobrenome significa "de Outubro", tornando-se assim "Maria Oktyabrskaya". Junto com seu marido, foi transferida para Kishnyov(Chisinau), na República Socialista Soviética da Moldávia, país integrante da União Soviética, em razão da profissão militar deste. Estando perto da fronteira com a Alemanha, uma vez que já então não existia mais a Polônia, o marido de Maria foi uma das primeiras vítimas do nazismo na Operação Barba-ruiva. Um telegrama avisou-lhe que seu marido "morrera corajosamente numa batalha travada na Ucrânia", em razão disso ela e seus parentes restantes foram evacuados para Tomsk, onde trabalhou numa fábrica.

 
Avaliação do Usuário: / 9
PiorMelhor 
Dom, 17 de Julho de 2011 Cultura Popular - Celebrações

Trombas_e_Formoso Dentre as várias e gloriosas lutas do povo brasileiro, uma das mais importantes da nossa época, a época do imperialismo, foi a chamada Revolta de Trombas e Formoso, que ficou conhecida como a “Guerrilha de Porfírio” e aconteceu na região onde é hoje o norte de Goiás. A luta camponesa da década de 50 tem sua história escondida, por ter sido a primeira assim dirigida pelo Partido Comunista do Brasil, marcando o encontro da luta camponesa com a ideologia proletária, em que os camponeses defenderam armados o seu direito à terra.

Formoso e Trombas eram pequenos arraiais da região próxima à atual fronteira de Goiás e Tocantins, onde na época os camponeses já viviam e trabalhavam, chegados anos antes do Nordeste. Com a construção da rodovia BR-153, aumenta a sanha dos latifundiários e grileiros de terra. É quando dois grileiros chamados José Martins e José Navarro, depois de comprarem juiz e advogados, armam uma farsa sob os olhos da justiça do latifúndio, alegando serem donos das terras, que na verdade mesmo legalmente eram devolutas, públicas, portanto de quem nelas trabalhasse e as requeresse. Foi quando as famílias começaram a resistir, ao verem oficiais de justiça e jagunços entrarem em suas casas para levar parte da colheita, um suposto arrendo, “meia” ou “terça”, por estarem pisando em propriedade que os grileiros diziam ser deles.

 


JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL

RVI