gototopgototop
Músicas
Qua, 12 de Maio de 2010 Cultura Popular - Músicas

Vitor_Jara No dia 4 de dezembro de 2009 mais de 12.000 pessoas compareceram ao cortejo fúnebre do grande artista popular e militante pela libertação de seu povo, Vitor Lídio Jara Martinez, ou simplesmente Vitor Jara. Como todos sabem, o célebre cantor, compositor, teatrólogo e professor chileno, autor de belíssimas canções que simbolizaram mais tarde a luta do povo chileno contra o sanguinário regime de terror presidido por Augusto Pinochet e pela CIA foi, ele próprio, assassinado por esse regime logo em seguida ao golpe militar de 11 de setembro de 1973.

No entanto, naquela ocasião, foi sepultado de forma semiclandestina por sua esposa e mais dois amigos, sob os olhares atentos da repressão. Estima-se que mais de 3.000 pessoas tenham sido assassinadas pelo regime militar fascista chileno. O Estádio Nacional do Chile, entre 11 de setembro e 7 de novembro de 1973 foi utilizado como campo de concentração pelos militares, sendo palco de torturas e assassinatos. Atualmente, esse estádio passou a ter o nome de Jara.

 
Qua, 14 de Abril de 2010 Cultura Popular - Músicas

Gonzaguinha Gonzaguinha é um dos mais importantes cantores e compositores da autêntica música popular brasileira. Luiz Gonzaga Júnior, filho de Luiz Gonzaga, morreu aos 46 anos de idade, em 1991, e deixou uma vasta e profunda obra. Em suas músicas este grande artista sempre cantou a vida dura e a luta do povo. Muito conhecido por bélissimas composições românticas como “Diga lá, coração” e  “não dá mais pra segurar”, memoráveis obras primas de grande qualidade  poética, poucos conhecem os importantes posicionamentos políticos deste artista, propositalmente “esquecidos” pelo monopólio da imprensa e da música.

Durante o regime militar, Gonzaguinha desafiou a censura com canções  como “E vamos a luta”,  “Plano de Voô”, “nunca pare de sonhar”, “a cidade contra o crime”, entre outras. De forma mais ou menos explícita a temática política, da luta de resistência popular ao gerenciamento militar, sempre este teve presente nas obras de Gonzaguinha.

 
Avaliação do Usuário: / 2
PiorMelhor 
Cultura Popular - Músicas

Leci Brandão, diante de um público jovem, faz questão de explicar que Zé do Caroço, personagem principal deste samba, foi um líder na favela do morro do Pau da Bandeira, localizado em Vila Isabel, bairro da zona norte da cidade do Rio de Janeiro.

A artista transmite a importância dos líderes do povo, lamentando, inclusive, a ausência de líder na favela da Mangueira, comunidade que viveu mais próxima desde sua infância, sendo também a primeira mulher a integrar a ala de compositores da Escola de Samba desta comunidade.

 


JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL

RVI