MEPR celebra Revolução Chinesa com Mostra de Filmes em Goiânia

mostra_de_filmes_goianiaPor ocasião dos 60 anos da proclamação da República Popular da China, quando mais de 500 milhões de habitantes celebraram a grande revolução que varreu o feudalismo, a grande burguesia e o imperialismo em uma torrente revolucionária, elevando a Revolução Proletária aos mais altos cumes, o MEPR – Movimento Estudantil Popular Revolucionário em parceria com o Centro Cultural Eldorado dos Carajás realizará uma Mostra de Filmes Revolucionários.

A China Socialista foi um período de riquíssima produção cultural, e a Mostra de Filmes tem por objetivo divulgar produções cinematográficas da época e discutir a situação revolucionária sustentada pelo povo chinês. Por muito tempo as pessoas do Brasil e diversos outros países ficaram sem acesso a tais filmes, que são pouco conhecidos e mesmo inéditos em nosso país. Agora, o MEPR se propõe a divulgar à população tais filmes, de inestimável riqueza cultural, social e política.

Convidamos todos aqueles que se interessam por discutir a temática revolucionária e ousam lutar para aplicá-la na prática a participar deste evento, assistindo aos filmes e aprofundando no debate sobre a Revolução.

MOSTRA DE FILMES REVOLUCIONÁRIOS

DATA: 24, 27 e 28 de outubro

LOCAL: Centro Cultural Eldorado dos Carajás – Rua 83, nº 421, Setor Sul (em frente ao Laboratório Padrão) – Goiânia-GO

PROGRAMAÇÃO:

  • 24/10, sábado, 14:30h – ROMPENDO COM VELHAS IDÉIAS

Produzido em 1975, trata da revolução na educação e da luta entre o velho e o novo no contexto da construção da Faculdade Comunista do Trabalho na província de Kianc.

  • 27/10, terça-feira, 18:30h – O ORIENTE É VERMELHO

De 1965, produzido em vésperas da Revolução Cultural, este filme é  um monumental “bailado revolucionário”, espetáculo repleto de cor, música e um incrível efeito propulsor do espírito de luta das massas.

  • 28/10, quarta-feira, 18:30h – A EMANCIPAÇÃO DA MULHER

Filme de 1971, mostra que é imprescindível que as mulheres tomem parte ativa na luta revolucionária. Conta a história de uma camponesa que se livra da prisão de seu Senhor Feudal e passa a integrar o Destacamento de Mulheres do Exército Popular.