Moção dos companheiros estudantes CHILENOS do FERP apoia a combativa luta estudantil na UNIR

É com muita satisfação que o Movimento Estudantil Popular Revolucionário recebe e publica Moção de Apoio dos companheiros estudantes da Frente de Estudantes Revolucionários Populares – FERP do Chile à combativa luta dos estudantes da Universidade Federal de Rondônia – UNIR, que já dura mais de 40 dias e quase 3 semanas de ocupação do prédio administrativo da universidade, onde fica a reitoria. Segue a moção:


Traduzido do espanhol pelo MEPR

 

Saudações companheiros brasileiros da UNIR. 

Companheiros nossas lutas tem distâncias somente físicas, já que nosso inimigo é comum, tanto no Brasil como no Chile e em todas as nações oprimidas do mundo, os monopólios imperialistas tem um mesmo plano: frear a luta da juventude popular por uma educação gratuita e a serviço do povo. Por isso nossas vivencias são comuns e devemos enfrentar as forças repressivas brutais à serviço deste interesses. A juventude chilena tem sofrido reintegração de posse, golpe, perseguição, assedio, porém sentimos que tudo isso nos fortalece e nos dão mais razões para lutar.

Nunca devemos baixar as armas, devemos resistir, porque o imperialismo é um tigre de papel, pode parecer muito feroz agora, porém sabemos que ele pode ser derrotado e será, triunfaremos em nossas lutas se nos unirmos ao povo, se nos apoiarmos nas massas nada será impossível.

Companheiros a luta pelo direito à educação é justa e todos os que se opõem a ela, devem ser varridos: reitores ou quem seja. Sigam o caminho da luta não o da conciliação, sabemos que tudo se conquista com luta e com luta o conquistaremos.

Companheiros, combater e resistir é um dever estudantil.

 

A rebelião se justifica!

Viva a justa luta dos estudantes brasileiros e chilenos!

Viva a luta pelo direito a educação!

Barrar os planos imperialistas para a educação!


Frente de Estudantes Revolucionários Populares – FERP

Santiago, 23 de outubro de 2011.

 


(ORIGINAL EM ESPANHOL)

   

Alo compañeros brasileños de UNIR

 

Compañeros nuestras luchas tienen una distancia sólo física, ya que nuestro enemigo es común, tanto en Brasil como en Chile y en todas las naciones oprimidas del mundo, los monopolios imperialistas tienen un mismo plan: frenar la lucha de la juventud popular por una educación gratuita y al servicio del pueblo. Por eso nuestras vivencias son comunes y debemos enfrentarnos a fuerzas represivas brutales al servicio de estos intereses. La juventud chilena ha sufrido desalojos, golpes, persecución, hostigamiento, pero sentimos que todo eso nos fortalece y nos dan más razones para luchar.

Jamas debemos bajar los brazos, debemos resistir,porque el imperialismo es un tigre de papel, puede parecer muy feroz ahora ,pero sabemos que puede ser derrocado y lo sera, triunfaremos en nuestras luchas si nos unimos al pueblo, si nos apoyamos en las masas nada es imposible.

Compañeros la lucha por el derecho a la educación es justa y todo el que se oponga a ello, debe ser barrido: rectores o quien sea. Sigan el camino de la lucha no el de la conciliación, sabemos que todo se conquista con lucha y con lucha lo conquistaremos

Compañeros combatir y resistir es deber estudiantil.

 

¡La rebelión se justifica!

¡Viva la justa lucha de los estudiantes brasileños y chilenos!

¡Viva la lucha por el derecho a la educación!

¡Aplastar los planes imperialistas en la educación!

 

Frente de Estudiantes Revolucionarios Populares FERP

 Santiago, 23 de octubre de 2011