Luta Contra o Aumento em Goiânia

ESTUDANTES E TRABALHADORES SABOTAM EMPRESAS EM GOIÂNIA!

Goinia_busGoiânia, dia 31 de maio, no início da noite estudantes e trabalhadores se reuniram na Praça do Bandeirante para um ato contra o novo aumento de passagem da tarifa de ônibus. No mês de maio todos foram surpreendidos com o aumento de R$2,50 para R$2,70.

Sim, foi uma surpresa, as empresas, o governo estadual e as prefeituras da região metropolitana se reuniram a toque de caixa na noite do dia 17 de maio e decidiram o aumento para o dia 20 de maio, em um domingo. O  aumento não foi divulgado. Essa foi uma tática muito ardilosa dos empresários e governantes, pois na mesma semana haveria um feriado o que impediu durante algum tempo a mobilização dos estudantes.

Todavia, nessa mesma semana os estudantes se organizaram para uma panfletagem no Setor Universitário, a qual abordaremos mais abaixo.

E, na quinta-feira (21) um vigoroso ato tomou as ruas, não pelo seu número de participantes, mas pela ousadia e determinação. Os manifestantes se reuniram na Praça do Bandeirante onde distribuíram panfletos  e gritaram palavras de ordem junto com os trabalhadores.

Ao final, os manifestantes protagonizaram uma cena que a muito não víamos em Goiás, sabotaram o monopólio do transporte. Na Av. Araguaia abriram a porta de vários ônibus, a força, com total apoio dos trabalhadores que exprimiam sua satisfação. Vários trabalhadores pediram aos estudantes que voltassem ali no outro dia para   boicotarem a tarifa novamente. O apoio da população foi total. Um dia histórico. Uma ação para preparar um futuro boicote geral.  Depois da Revolta do Buzu – Salvador, Revolta da Catraca – Florianópolis e das lutas ano passado em Teresina e Vitória ainda há quem duvide?

Víedo do ato: http://passapalavra.tv/?p=44487

 

Polícia Militar Fascista Reprime Estudantes

A panfletagem dita acima não pode realizar-se devida a uma covarde repressão policial. Veja bem, uma simples PANFLETAGEM. Antes que os estudantes distribuíssem o primeiro panfleto, a polícia abordou os estudantes que se reuniam às 16:30h da quarta-feira (23 de maio) na  Praça Universitária.

Chegaram já com armas em punho apontando contra os estudantes, lhes chamando de “maconheiros” e “traficantes”. Escolheram mostrando com o cano do revólver três estudantes para revista. Nada encontram. Mesmo assim, não liberaram os estudantes. Continuaram ofendendo os que não haviam sido revistados e que se aproximavam para dar início à panfletagem.

Depois de uma hora nesse tormento os policiais liberaram um dos jovens e ameaçou de algemar os outros dois para serem levados á delegacia “presos como testemunha”. Depois de uma hora de desrespeito, queriam levar jovens presos por nada! Alguns se levantaram e tentaram conversar com os PM’s, no que foram respondidos com uma arma em seus peitos. Tentaram dialogar não foi possível, os PM’s começaram puxar um estudante, ameaçou prendê-lo. Os demais responderam, não deixaram que isso acontecesse.

Com efeito, ainda não era o pior. A polícia já havia chamado a ROTAM e foi nesse momento que eles cercaram os estudantes e iniciaram uma agressão gratuita contra todos. Atemorizados os jovens fugiram e foram perseguidos com PM’s com armas punho, a insanidade foi tamanha que a polícia começou a bater até em transeuntes e nos estudantes e trabalhadores dos pontos de ônibus.

Uma cena bizarra, que desmascara por completo o verdadeiro papel do órgão de repressão do Estado. Os últimos acontecimentos em Goiânia deixaram os poderosos com medo, o que está sendo respondido com uma crescente repressão.

Três estudantes acabaram presos e vários outros agredidos.

Vídeos da agressão:

http://www.youtube.com/watch?v=k-L-oJJKMtU

http://www.youtube.com/watch?v=CGF0xQvLnIY&feature=related

UGES novamente trai os estudantes

UGEs_SEMPRE_PELEGA

Não podemos deixar de abordar aqui a nova traição da UGES. Enquanto tudo isso acontecia os pelegos se confraternizavam com o governador Marconi Perillo!(Ou melhor, porta-voz, pois o verdadeiro governador se chama Carlinhos Cachoeira).

O passe livre estudantil foi promessa de Perillo, porém na semana do aumento ele apresentou seu projeto. Apenas estudantes que recebem o Bolsa Família terão direito ao passe livre! Isto é, uma parcela ínfima dos estudantes. Esse passe livre é um engodo.

Aumento de passagem, Passe Livre surrupiado, estudantes presos, o que a  UGES faz? Vai na celebração do governo estadual legitimar o corrupto Perillo. Mais que isso, fizeram mesmo uma matéria para o blog da UBES dizendo que foram eles quem conquistaram o passe livre na capital e elogiando o governador.

Mais uma vez cumprem seu papel.

ABAIXO O AUMENTO DAS PASSAGENS!

2,70 NÃO, PORRADA NO BUSÃO!

ABAIXO A REPRESSÃO POLICIAL!

ABAIXO A UNE GOVERNISTA, OFICIAL, PELEGA E REFORMISTA!