UFG: Estudantes Puxam a Greve

Psicologia_UFGNo dia 01 de junho os estudantes de Psicologia da Universidade Federal de Goiás decretaram greve em Assembleia Geral que contou com ampla participação dos estudantes. Dando o primeiro passo para que a greve que se estende por quase todas as federais chegue na capital goiana.

O passo dado pelos estudantes de Psicologia é de suma importância para o quadro de Goiás, tendo em vista que o sindicato dos professores (ADUFG) foi o primeiro a romper com ANDES. Desde então a mobilização dos professores ficou completamente debilitada. O impulso dos estudantes pode dar vida nova ao movimento dos professores (alguns já tentam rearticular a regional do ANDES), dos servidores e principalmente dos estudantes.

 Seguindo o exemplo dos companheiros de Psicologia os estudantes de Letras se reunirão em Assembleia amanhã – segunda-feira (04) e Direito na terça-feira (05); na mesma terça-feira ocorrerá a Assembleia Geral dos Estudantes da UFG.

A Assembleia teve participação de estudantes de outros cursos de Goiânia e de estudantes de campi do interior. Os campi do interior da UFG (Catalão, Jataí e Goiás) já estão em greve. O campus de Catalão entrou junto com início do movimento nacional.

Se a situação dos cursos da capital já é ruim, os cursos do interior vivem um completo abandono. Cursos sem prédios, salas de aula, laboratórios e assistência estudantil. Em decorrência dessa lástima professores, funcionários e estudantes estão juntos e unidos em uníssono pela greve.