RJ: Combativo Ato após decisão dos professores em continuar a greve convoca a maiores ações em defesa da educação!

Um dia após a absurda decisão da juíza da 2ª Vara da Infância e Adolescente a de determinar a volta às aulas em toda rede Estadual em greve, estudantes, professores e funcionários realizaram um combativo ato na tarde de 02/06 em frente ao Palácio Guanabara. Antes disto, realizou-se uma assembleia de Professores do Sindicato Estadual do Profissionais em Educação – SEPE – RJ. Além de denunciar os ataques feitos ao direito à educação praticados pelo velho Estado, a massa de estudantes manchou com tinta a podre fachada da sede do Governo em crise da gerência Pezão-Dornelles – PMDB-RJ, resistiu à tentativa de repressão pela fascista PM e indicou para todos em luta pelo ensino público de qualidade, sobretudo às Ocupações de escolas por todo Brasil, o caminho da luta combativa e independente!
Educação na Rua
Contra a Enrolação dos oportunistas! Rebelar-se é Justo!


Cínica, a juíza disse, na Audiência ocorrida um dia antes, que “definiu a volta às aulas a partir da próxima semana; diz não ser contra a Ocupação, que os alunos poderão manter o movimento, mas sem ocupar nenhuma sala de aula” além de autorizar o MP e a Polícia Militar fascista para “resolver a questão” caso haja resistência por parte dos estudantes em luta. Esta é uma absurda intervenção na legítima organização dos estudantes, e foi denunciada, tal como todos os ataques ao direito de organização do povo em luta!
Além disso a Juventude Combatente deixou claro que no Movimento Estudantil Secundarista do Rio de Janeiro não existe mais espaço para a tática falida das entidades oportunistas e eleitoreiras. Estas diferentes siglas – como AERJ – PCR, ANEL – PSTU, AMES/UBES – PT/Pecedobê, etc – tentaram, em vão, jogar toda disposição dos estudantes em lutar para garantir seu direito a estudar e aprender para o imundo caminho das eternas negociações-enrolações, dos acordos com Governos inimigos do povo, do pacifismo e eleitoralismo. Já tinham sido antes expulsa do antigo Comando Unificado Secundarista, hoje “UNIDADE SECUNDARISTA”. Neste ato foram diversas palavras de ordem contra estes eleitoreiros e diversas faixas expulsando os oportunistas do bloco dos estudantes em luta!
Juventude Combatente
Juventude Combatente!
Este salto de qualidade no movimento estudantil ficou nítido não apenas com a negação destas entidades falidas, mas afirmou-se, principalmente, o vigor do novo Movimento Estudantil com atos concretos! Sacos com tinta foram tacadas em direção ao Palácio Guanabara pela massa em luta e, quando os policiais tentaram prender os estudantes, saíram no prejuízo: foram obrigados a sentir o peso das pesadas bandeiras vermelhas dos estudantes, e saíram cambaleando do bloco combativo dos estudantes cariocas!
Ato pela Educação!
Escudos do bloco combativo da manifestação
Após esta frustrada iniciativa da PM, os estudantes continuaram entoando palavras de ordem denunciando os diversos crimes desta instituição fascista, que foi responsável por cenas de violentas desocupações nas últimas semanas; contra o oportunismo-eleitoreiro; por uma educação de qualidade e que sirva ao povo; pelo direito de organização do povo e afirmando que Rebelar-se é Justo!
PM fascista tenta reprimir o ato
Juventude Combatente!
cada dia, a cada manifestação, a cada nova organização dos estudantes, confirma-se o caminho da Rebelião Estudantil! Não mais iludidos pelo “canto de sereia do oportunismo”, repleto de pedantismo, pacifismo e peleguismo, a Juventude Combatente vêm se organizando em cada escola para elevar a Onda de Ocupações em grandes rebeliões populares. Organizações combativas não para perder tempo em acordos de gabinetes ou em eternas negociações com os inimigos do povo, mas para organizar atos concretos para arrancar nosso direito à educação do velho Estado!
IR AO COMBATE SEM TEMER! OUSAR LUTAR, OUSAR VENCER!
ABAIXO A UBES, AERJ, ANEL, AMES! INIMIGAS DOS ESTUDANTES!
CONSTRUIR O MOVIMENTO ESTUDANTIL POPULAR REVOLUCIONÁRIO!
REBELAR-SE É JUSTO!