Movimento popular conquista a libertação de Igor Mendes: Braços erguidos, mais uma vez, gritemos: Fascistas não Passarão!

igor mendesIgor Mendes, estudante de Geografia da UERJ, ativista do MEPR e da FIP-RJ, ficou encarcerado, arbitrária e ilegalmente, durante quase 7 meses no Complexo Penitenciário de Bangu, por defender o direito de manifestação e de organização do povo e da sua juventude. Preso político do velho Estado brasileiro gerenciado por Dilma Rousseff (PT) e sua frente oportunista eleitoreira (PT/PMDB/PSB/pecedobê), Igor foi detido no dia 03 de dezembro de 2014 sendo solto no último dia 22 de junho por pressão do movimento popular democrático e revolucionário.

Nosso companheiro sempre reafirmou de forma resoluta e contundente sua condição de revolucionário preso político deste velho Estado de grandes burgueses e latifundiários serviçais do imperialismo, principalmente ianque e de seus gerenciamentos de turno, o federal de Dilma/PT e o estadual de Cabral/Pezão/PMDB e em nenhum minuto sequer abaixou a cabeça ou se rendeu aos seus algozes. Em dezenas de cartas e artigos escritos desde a prisão, o nosso companheiro afirmou e seguiu afirmando: “O Brasil precisa é de uma Grande Revolução!” Encarcerado em uma das masmorras medievais do velho Estado durante estes longos meses, Igor segurou com firmeza e levantou ainda mais alto nossas gloriosas e vitoriosas Bandeiras Vermelhas. Ao sair da prisão seguiu desfraldando-as e agitando nos corações e mentes de nosso povo e da juventude combatente a inexorável verdade histórica de que REBELAR-SE É JUSTO!

Nós do MEPR, jamais nos abateremos pela perseguição deste Estado fascista e seus gerenciamentos de turno e seguiremos ainda mais firmes e convictos da justeza de nossa causa. Lutaremos sempre com destemor, uma a uma, todas as batalhas contra esta odiosa campanha de demonização da juventude combatente e de criminalização do protesto popular, de nosso movimento e da FIP-RJ, encabeçada pela porta voz do imperialismo ianque, Rede Globo. Saímos desta batalha ainda mais empenhados na campanha pelo fim do processo contra os 23 ativistas das manifestações contra a farra da Fifa, pela libertação de Rafael Braga e de todos os presos políticos do campo e da cidade!

 A libertação de Igor Mendes e o habeas corpus em favor de Elisa Quadros (Sininho) e de Karlayne Moraes (Moa) é, antes de tudo, uma séria derrota para toda a reação, desde os fascistas de plantão encastelados nas três estruturas do velho Estado (Executivo, Legislativo e Judiciário), passando pelos mentirosos monopólios de comunicação com Rede Globo à frente, até os oportunistas eleitoreiros da situação e da oposição que se regozijam com os processos, perseguições e encarceramentos da juventude combatente e de outros lutadores do povo na cidade e no campo. Como vitória parcial da luta pela liberdade dos presos políticos democráticos e revolucionários, a libertação de Igor Mendes é uma importante conquista da mobilização de amplos setores populares em nosso país e por todo o mundo, contra a criminalização do protesto e dos movimentos populares, em prol dos direitos democráticos à livre reunião, expressão e manifestação e na defesa do caminho democrático revolucionário como a via da libertação nacional e social em nosso país!

Esta é uma importante vitória política de toda a juventude combatente que se levanta de norte a sul do país desde as grandes jornadas de luta de junho/julho de 2013, resistindo à crescente fascitização deste velho e podre Estado, tão bem expressa em figuras da estirpe de um magistrado reles e facínora como Flávio Itabaiana que, se prestando ao papel de lacaio da Globo, comete incontáveis ilegalidades e, como sempre fez a burguesia reacionária, viola sua própria Constituição. No caso atual, comandando as execráveis ações da famigerada DRCI – Delegacia de Repressão a Crimes de Informática, uma espécie de novo DOPS da capital fluminense.

 

E é uma derrota, particularmente, para o oportunismo e toda espécie de revisionistas e reformistas eleitoreiros que, com o seu silêncio covarde, são cúmplices destes crimes contra o povo, fazendo coro com o discurso reacionário do monopólio da imprensa, quando não agindo diretamente como polícia política do velho Estado frente ao irrefreável crescimento do movimento revolucionário entre a juventude. Como se verificou no ato demencial de agressão a 6 jovens da FIP, MEPR e Unidade Vermelha pela pandilha trotskista de 50 meliantes do PSTU, ocorrida nas dependências da UERJ, no dia 16 de abril deste ano.

Enquanto Igor Mendes e toda a juventude combatente despertam o medo e o ódio de toda a reação e o oportunismo, a campanha pela sua libertação e extinção dos processos políticos contra manifestantes, agregou um vasto setor de organizações e persolnalidades democráticas. Agradecemos especialmente aos companheiros da ABRAPO – Associação Brasileira dos Advogados do Povo, na pessoa do advogado do povo Dr. Marino D’icaray que, pela brilhante condução de sua defesa jurídica, contando com o inestimável apoio do renomado jurista Dr. Nilo Batista, desmascarou e segue desmascarando o processo de criminalização contra os 23 ativistas, derrubando a draconiana e inconstitucional “medida cautelar” que impedia estes ativistas de participarem de atos e manifestações políticas e públicas.

Nossas mais calorosas saudações e sinceros agradecimentos a todos aqueles que têm participado da campanha pela libertação de Igor Mendes e que seguem firmes na luta pela liberdade imediata de Rafael Braga e de todos os presos políticos, bem como pela extinção dos processos contra manifestantes, ativistas e dirigentes do movimento popular no campo e na cidade! Saudações à combatividade das companheiras ‘Sininho’ e ‘Moa’ que tomaram a corajosa decisão de não se entregarem a este podre judiciário, enfrentando com dignidade mais de 6 meses de clandestinidade!

Congratulamo-nos com todas as personalidades democráticas, organizações de defesa dos direitos do povo, ativistas, militantes, movimentos e organizações revolucionárias de todo o mundo que se somaram à campanha pela libertação de nosso aguerrido companheiro, na pessoa do ex-preso político do regime militar fascista de 1964 e veterano comunista José Maria Galhassi de Oliveira, membro do CEBRASPO – Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e da valente companheira Jandira Mendes, mãe do companheiro Igor!

Longa vida ao Jornal A Nova Democracia e a todos os órgãos da imprensa popular no Brasil e por todo o mundo!

Viva a FIP-RJ, todas as organizações que compõem esta vigorosa trincheira do combate popular e cada um de seus ativistas, que mantêm erguidas e tremulantes nossas invencíveis bandeiras de luta!

Viva o nosso heróico campesinato que luta de sol a sol pelo sagrado direito à terra atravessando o tortuoso, escarpado, mas brilhante caminho da Revolução Agrária, resistindo às torturas, assassinatos e desaparecimento forçados levados a cabo pelos verdadeiros “roteiros da morte” do velho Estado brasileiro, comandados diretamente pelo governo de turno de Dilma Rousseff (PT/PMDB/Pecedobê,), orquestrados pelo Ouvidor Agrário dos latifundiários Gercino da Silva e sua súcia de bandidos latifundiários! Renato e Cleomar Vivem! Morte ao latifúndio!

Liberdade imediata para o ativista dos direitos dos povos na Índia, Dr. GN Saibaba, o militante comunista do Partido Comunista da Índia (Maoísta) K. Murali (companheiro Ajith), o ex-Pantera Negra Mumia Abu-Jamal, os presos políticos da Confederação de Trabalhadores Turcos na Europa – ATIK, o palestino Islam Hamed, o comunista libanês Georges Ibrahim Abdallah e todos os presos políticos revolucionários e democráticos e os prisioneiros de guerra revolucionários e democráticos de todo o mundo!

Somos parte deste vigoroso fogo de monturo que, mais cedo do que tarde, se levantará em poderosas labaredas vermelhas, incendiando toda a pradaria, socavando as bases deste capitalismo burocrático que se arrasta em mais um ciclo de sua permanente e estrutural crise, como parte indissociável deste sistema imperialista apodrecido e estrategicamente já derrotado, cadáver insepulto que delira ser capaz por meio de inócuas e irrealizáveis reformas azeitar as ensanguentadas engrenagens de seu farsante “Estado Democrático de Direito”.

Os cães ladram, mas a caravana não para! Demore o tempo que for necessário, independentemente das curvas, dos descaminhos e sacrifícios que se fizerem necessários, estamos a cada dia mais convictos da justeza da nossa causa e dos nossos princípios. A história desde sempre e todos os dias os comprovam: estamos condenados à vitória!

Mais uma vez, a juventude se levanta e toda a canalha treme! Façamos da libertação de nosso companheiro Igor Mendes e da luta pela libertação dos presos políticos democráticos e revolucionários, fonte inesgotável de decisão, capacidade e audácia revolucionárias, em nossa irrenunciável luta pela destruição das três montanhas de exploração e opressão de nosso povo e nossa pátria, a grande burguesia, o latifúndio e o imperialismo e pela revolução de Nova Democracia ininterrupta ao Socialismo e a serviço da Revolução Mundial!

 

Servir ao povo de todo o coração, tropa de choque da Revolução!

Ir ao combate sem temer: Ousar Lutar, Ousar Vencer!

Viva a Juventude Combatente!

Fascistas, não passarão!

REBELAR-SE É JUSTO!

Movimento Estudantil Popular Revolucionário – Brasil – julho de 2015