RJ: Primeira manifestação contra o aumento do transporte público!

Ocorreu no último dia 5, terça-feira, o primeiro ato contra o absurdo aumento da tarifa. Assim como em outros estados do país, o Governo do Rio de Janeiro decretou mais um aumento das tarifas do transporte pública. A passagem de ônibus passou de R$3,95 para R$4,05, e as passagens de trens passaram de R$4,20 para R$4,60.

Ato ainda concentrado na Praça da Cinelândia, centro do Rio de Janeiro.

Como em outras capitais, o povo saiu em manifestação denunciando o absurdo aumento das tarifas. Além da denúncia da cobrança de um valor que se reverte para o lucro milionário das empresas de ônibus, e que não se reverte para a melhoria dos transporte, os manifestantes exigiram a redução das tarifas, denunciando o conluio entre Governo e empresas de ônibus contra o povo pobre e trabalhador.

Com consignas como “Trabalhador: pode se rebelar! Essa tarifa você não tem que pagar!”, “Vem pra rua vem, contra o aumento!”, “Se não abaixar a tarifa do busão, eu vou pular roleta e vai ter rebelião!” os manifestantes saíram pelas ruas do centro do Rio de Janeiro.

Enfrentando chuva e sendo acompanhado de perto por uma grande quantidade de policiais, o ato foi uma vitória. Durante todo o trajeto os participantes ecoavam as palavras de ordem e ganharam apoio dos trabalhadores na hora de volta para casa, alguns chegaram mesmo a cerrar fileiras com a juventude combatente.

Com a promessa de novas manifestações contra o aumento das tarifas, o ato foi finalizado na Central do Brasil, ponto que reúne por dia milhares de trabalhadores.

Manifestantes com um ônibus de papelão denunciando a precaridade do transporte público.