gototopgototop

RJ: Secundaristas tomam as ruas contra o fechamento de escolas!

Avaliação do Usuário: / 2
PiorMelhor 

Na última sexta-feira, dia 11/08, ocorreu um importante manifestação estudantil desde o Largo do Machado até o Palácio Guanabara, na zona sul do Rio de Janeiro. Com a presença de estudantes secundaristas de colégios que foram ocupados no ano passado, de colégios da Baixada Fluminense e de Niterói, estudantes da Uerj e de outras universidades, além de professores de colégios estaduais e de universidades, o ato cumpriu um papel de denúncia da criminosa medida de Marcelo Crivella (PRB) de fechamento de escolas.

1108_1
Os mais de 500 estudantes presentes puderam denunciar a situação atual de precarização dos colégios estaduais, com a falta de merenda, salas superlotadas, etc. Houve também denúncias contra o projeto “Escola Sem Partido”, que avança na criminalização dos professores, impedindo que estes promovam um ensino crítico com debates, discussões e que defendam um ensino público crítico que sirva a luta no dia-a-dia das salas dias. Estudantes da Uerj também deram informes da luta em defesa da Uerj pública e gratuita, colocando que é fundamental unir as forças em defesa da educação numa luta decidida contra a atual ofensiva privatista.

 

Após mais de duas horas de concentração na praça, o ato saiu pra rua e percorreu as ruas de Laranjeiras até chegar no Palácio Guanabara com cartazes, bandeiras, faixas e palavras de ordem como: “Educação na rua, Pezão a culpa é sua”, “É verba, é verba para a educação! Nem sucateamento, nem privatização!”, “Fora Temer e sua Quadrilha! Educação não é mercadoria!”, “Se me escola for fechar, ole ole olá, o Palácio vai queimar!”, “É pela escola, e pela educação: não vote, lute pela revolução!”, “Secundarista não é mole não! A gente quer é fazer revolução!”. Essa demora em ir pra rua se deu pela enrolação dos movimentos estudantis ligados a partidos políticos eleitoreiros (AERJ/PCR, UBES/Pecedobê, AMES/Pecedobê) que estavam controlando o carro de som e impediram os estudantes de irem pra rua colocarem suas reinvidicações para a população que passava.

Chegando até o Palácio Guanabra, o recado do conjunto dos estudantes para o inimigo do povo Pezão (PMDB) foi bem claro. Os estudantes seguirão se organizando e indo pra rua, numa luta combativa, derrotando todas as medidas contra a escola, uma a uma.

O ato seguiu percorrendo as ruas da região. A presença massiva de estudantes secundaristas, muitos participando pela primeira vez das manifestações, mostra que é necessário seguir os exemplos da luta dos estudantes do ano passado, aonde milhares de escolas e universidades foram ocupadas, e em vários estados conseguiram derrotar os planos de ataque ao direito de estudar e aprender. Enquanto os governos municipais, estaduais e federal seguem com seus ataques à educação, os estudantes se mobilizam, se politizam e se organizam! A luta secundarista vai seguir trazendo mais e mais jovens para defenderem com unhas e dentes uma educação pública, gratuita, de qualidade e que sirva ao povo!

Seguem abaixo algumas fotos da manifestação:

1108_4

1108_5

1108_3

1108_2

 

1108_6

Rebelar-se é Justo!

Ir ao combate sem temer! Ousar lutar, ousar vencer!

MEPR - Movimento Estudantil Popular Revolucionário - Agosto de 2017.

 

JEP 19

JEP 19

RVI

Celebrações

Teses

Facebook

Jornal A Nova Democracia

FERP (Chile)