gototopgototop

RJ: Todo apoio aos estudantes e professores perseguidos políticos pela atuação na Greve da Educação 2016!

Avaliação do Usuário: / 4
PiorMelhor 

O Movimento Estudantil Popular Revolucionário – MEPR vem, através desta nota, prestar solidariedade aos combativos estudantes e professores que estão sendo vítimas da perseguição política do velho Estado, na figura do desmoralizado e fascista governo estadual de Pezão/Dornelles (PMDB), por conta da greve de professores deste ano. Várias pessoas, entre elas estudantes e professores, receberam intimações da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro para “comparecer à delegacia e prestar depoimento” em torno dos acontecimentos da Greve no Estado. Novamente se repetem os acontecimentos aonde as classes dominantes atacam diretamente o direito de livre manifestação e associação do povo, provando-o que este direito, assim como todos os demais, só será garantido através da mobilização popular.

Marcada pela disposição de defender com unhas e dentes a educação, a greve de professores deu o tom combativo para o movimento em defesa da educação de todo o país logo no início do ano letivo: chamando os alunos a tomar parte ativa na luta dos docentes, a greve deu um salto de qualidade e mais de 80 escolas foram ocupadas, realizaram-se inúmeras manifestações aonde a massa pode colocar suas reivindicações na rua, conseguindo derrotar o fascismo de estado e sua campanha contra a justa mobilização, principalmente pela organização de ações radicalizadas dos estudantes que mancharam com tinta vermelha a porta do Palácio do Governo Estadual e a sede da Secretaria de Educação – SEEDUC (que também foi ocupada durante a luta dos estudantes).

Longe de ser as velhas greves de enrolação e de desgaste, esta greve ensinou à massa que o direito a um ensino público gratuito e que sirva ao povo só pode ser garantido na marra, numa luta decidida sem ilusão com o Velho Estado e suas instituições falidas, bem como seus partidos políticos. Exemplo disto é a mobilização permanente dos estudantes mesmo após o fim da greve: a Juventude Combatente saiu às ruas contra o Massacre Olímpico, convocou ampla campanha contra a farsa eleitoral e se bate a cada dia por avançar sua organização contra novos ataques, como o atual projeto imperialista de “reforma do ensino”, “escola sem partido”, etc. É esta a gestão de novas e maiores mobilizações em defesa do ensino.

Passado a ressaca dos Jogos Olímpicos, que entupiu os bolsos dos gerentes de turno, megaempresários, e o fiasco da farsa eleitoral no Estado do RJ, com o boicote ganhando de lavada dos eternos candidatos Crivella (PRB) e Freixo (PSOL), que conseguiram a façanha de ir ao segundo turno, nada mais natural do que o velho Estado empreenda esforços para perseguir aqueles que se dispuseram a lutar em defesa de seus direitos. Com esta ação as classes dominantes e seus órgãos de repressão buscam não apenas impedir a livre organização do povo em defesa de seus direitos, mas também atingir a moral dos lutadores do povo, estudantes e professores.

Nada de novo sob o sol, portanto. Esta não é a primeira vez que o velho Estado lança mão de iniciativas como esta, aonde aqueles próprios que cinicamente escrevem e propagam que “é permitido o direito de manifestação” ignoram e rasgam as próprias leis uma vez que veem seu sistema explorador ameaçado pela revolta popular. Da parte do movimento popular não podemos senão deixar o recado, assim como na vitoriosa campanha de defesa dos 23 perseguidos políticos da Copa, de que não passará nenhuma tentativa de impedir a organização do povo. Assim como todos os outros, o direito de manifestação terá que ser garantido na marra, sem ilusão com esta justiça de classe que serve única e exclusivamente para manter o atual sistema de opressão e exploração! Ao passo que nossa resposta é levantar bem alto a bandeira da mobilização popular, de que Rebelar-se é Justo! E de apontar o verdadeiro criminoso: este velho Estado de burgueses e latifundiários!

 

TERRORISTA É O VELHO ESTADO!

FASCISTAS NÃO PASSARÃO!

LUTAR NÃO É CRIME!

REBELAR-SE É JUSTO!

Movimento Estudantil Popular Revolucionário - MEPR - Outubro de 2016.

 

JEP 19

JEP 19

RVI

Celebrações

Teses

Facebook

Jornal A Nova Democracia

FERP (Chile)