gototopgototop

RJ: 20/02 - Pezão vende CEDAE e reprime manifestantes

Avaliação do Usuário: / 1
PiorMelhor 

O dia 20/02 ficou marcado pela aprovação, na ALERJ, da venda da CEDAE. Enquanto no lado de dentro os deputados corriam contra o tempo para aprovar logo essa medida antipovo, no lado de fora a população era reprimida e agredida pela Polícia Militar e Batalhão de Choque. Foram pelo menos 50 pessoas detidas, a maioria delas estudantes, sendo acusadas de “resistência”, porém sem prova alguma.

Logo após confirmada a venda da CEDAE pelos inimigos do povo, deputados de diferentes partidos tendo como chefe Picciani, funcionários públicos, servidores do estado, professores e estudantes decidiram sair em ato. A ideia inicial era dar a volta no quarteirão e voltar até a frente da ALERJ, porém, acuada, a direção eleitoreira dos sindicatos fez inúmeras falas, de maneira oportunista, no intuito de desmobilizar a massa que estava fervorosa para dar um resposta à altura.

protestos-cedae

No fim das contas, o ato seguiu pela Av. Presidente Vargas, principal via do centro da cidade. Os manifestantes conseguiram parar por várias horas as quatro faixas.

Chegando até a sede da CEDAE, parte do ato parou ali e começou um princípio de confusão quando, logo assim que a massa iniciou as denúncias contra a privatização, o batalhão de choque começou a tacar bombas.

cedae2

Daí pra frente o que se viu foi uma ação desesperada da Polícia. Tacando bombas à esmo, atingindo vários manifestantes com balas de borracha, o ato começou a se dispersar. Foi quando a polícia começou a realizar as detenções arbitrárias, pegando aleatóriamente manifestantes que estavam nas ruas ao redor. Até as 21h a maioria dos detidos havia sido liberada.

Juventude Combatente

Longe de fazer desmobilizar a organização do povo para novas batalhas, essa atitude fascista da PM de Pezão (PMDB) só servirá para colocar mais lenha na fogueira da rebelião popular! O governo cassado de Pezão não tem moral nenhuma para mandar prender manifestantes. Essa é mais uma demonstração de que é justo rebelar-se contra todas medidas antipovo que serão votadas ao longo desta semana. As tentativas de repressão atiçam ainda mais a justa revolta popular!

Lutar não é crime!

Rebelar-se é Justo!

GREVE GERAL CONTRA AS MEDIDAS ANTIPOVO DE TEMER-PEZÃO!

 

JEP 19

JEP 19

RVI

Celebrações

Teses

Facebook

Jornal A Nova Democracia

FERP (Chile)