gototopgototop

FERP: LEVANTAR OS CENTROS ESTUDANTIS PARA A LUTA

Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 

Seguimos com a publicação de artigos do Boletim La Rebelión se Justifica Nº 3 publicado pela Frente de Estudantes Revolucionária e Popular - FERP (Chile) disponível no sítio de internet: https://ferp-larebelionsejustifica.blogspot.com


 

ferpCE

[Movimento Estudiantil]

LEVANTAR OS CENTROS ESTUDANTIS PARA A LUTA

O movimento estudantil secundarista este ano tem demonstrado grande disposição para enfrentar as forças policiais do velho Estado, para lutar por suas reivindicações econômicas, para se unir as lutas do povo e para denunciar com indignação e combatividade a farsa eleitoral. Grande coragem que é necessária para defender como se deve os interesses dos estudantes e do povo.

Cada vez mais são os centros estudantis que lutam por romper a opressão e a perseguição dos diretores e inspetores, que por todos os meios impedem aos estudantes de sair às ruas para lutar pelo justo, aplicando rigorosamente as ordens do velho Estado. Cada vez mais é necessário conquistar centros estudantis para a luta!

Se um Centro Estudantil tem a linha revolucionária, poderá vencer todas as dificuldades. Para isto deve mobilizar as massas, organizá-las e politizá-las com confiança plena em seus companheiros e desprezo pelo papel reacionário dos diretores. Deve desmascarar aos diretores que se fazem os "benfeitores" para apagar a luta dos estudantes, e denunciar os diretamente repressores.

Se requer que os revolucionários mantenham firme direção combativa e conquistem os centros de estudantes em todo o país. Mas nos lugares onde o velho Estado tentará sufocar a luta combativa, como em Santiago Centro, San Miguel, Providencia, Temuco, etc, com políticos podres de fascistas como Alessandri, promovido este ano a prefeitura para continuar o trabalho repressor aplicado por Carolina Tohá, dentro do plano desmobilizador do Estado latifundiário-burocrático.

Para isto deve manter sua independencia dos diretores, da municipalidade, fundações e apoiadores, princípio irrenunciável. É também tarefa tomar posição pelo povo e as massas oprimidas, como uma organização classista e popular, disposta a servir ao povo, apoiando greves e unindo-se às massas operárias e camponesas.

Importância especial tem que as jóvens secundaristas e revolucionárias tomem a consigna de Despertar a fúria revolucionária da mulher! para dirigir, junto aos seus companheiros, com grande audácia e combatividade, o movimento secundarista pelo caminho da revolução.

 

RVI

Celebrações

Teses

Facebook

Jornal A Nova Democracia

FERP (Chile)