gototopgototop

II seminário sobre Capitalismo Burocrático será realizado na UFAL

Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 

camponeses3Nós do Movimento Estudantil Popular Revolucionário julgamos ser de suma importância para os jovens comprometidos com a transformação revolucionária da sociedade brasileira o estudo de um conceito soterrado e escondido de mil e uma maneiras pela maior parte da academia e “esquerda” oficial do País: o capitalismo burocrático. Compreender cabalmente, de maneira criteriosa e científica, a estrutura e a formação econômico-social da nossa Nação, estabelecer qual o papel das diferentes classes sociais na formação do País e, conseqüentemente, o papel de cada uma na revolução brasileira, estabelecer e compreender (à luz da ideologia científica do proletariado) qual o caráter da nossa revolução, tudo isso é absolutamente indispensável e obrigatório para os que almejam de fato a Revolução em  nosso País e, com ela, a extirpação de todas as mazelas e males endêmicos –dentre eles o latifúndio semifeudal e semicolonial, que os monopólios de imprensa tanto esforço fazem para decretar “coisa do passado”- que como uma chaga condenam ao desemprego, à miséria e a morte centenas de milhares e milhões de brasileiros. Há cinco séculos.

É com o objetivo de estimular essa discussão que reproduzimos em nosso sítio a Convocação para o II Seminário sobre Capitalismo Burocrático que será realizado na Universidade Federal de Alagoas entre os dias 30/08 e 04/09 próximos. Conclamamos todos os estudantes e pessoas comprometidas com a luta do nosso povo a participar desta atividade e entendemos que debates e discussões como essa são cada vez mais importantes para quebrar, de fato, os muros da Universidade e faze-la servir aos interesses do povo.

 


Curso de introdução aos conceitos marxistas de capitalismo burocrático e semifeudalidade

_________________________________

De 30/08 a 04/09/2010

LOCAL: Universidade Federal de Alagoas

Das 14h às 18h / SÁBADO: 8H às 18H

Inscrições de 15 a 23 de agosto de 2010

 

"Compreender a realidade econômica e social do país é um desafio quando consideramos a sua relação com o imperialismo. O entendimento sobre os interesses das diversas classes e a possibilidade objetiva e subjetiva de reunir forças para superar a condição de país dominado, exige ultrapassar a teoria e concepção dominantes que afirmam ser o Brasil um país capitalista, no caminho do desenvolvimento”.

As relações econômicas, políticas e culturais com o imperialismo têm constituído no país um capitalismo, associado ou vinculado aos interesses da expansão do imperialismo, um capitalismo que cumpre um papel subordinado. Este capitalismo burocrático, engendrado pelo imperialismo, foi de uma forma precisa analisado pelo Presidente Mao na China, identificado como grande capital, portanto passível de ser confiscado pelas forças revolucionárias, como de fato ocorreu naquele país. A revolução peruana parte dessa análise utilizando-se os aportes de Mariátegui o que permite desenvolver tal conceituação fornecendo elementos importantes para a luta de classes em países dominados pelo imperialismo.  

Fazer uma análise correta das classes, identificar os amigos e inimigos permite uma compreensão adequada das alianças de classes. Compreender neste sentido o papel fundamental do proletariado e do campesinato no Brasil, a necessidade de uma aliança para romper com a dominação imperialista é uma questão decisiva para a revolução brasileira.

Convidamos para o evento estudantes, professores e pesquisadores que tenham interesse de desenvolver estudos e pesquisas no campo do marxismo, como o já iniciado por autores que debateram e desenvolveram o tema da semifeudalidade no país como Alberto Passos Guimarães, Josué de Castro e Nelson Werneck Sodré. "

Conferencistas

Prof. Dr. Víctor O. Martín Martín - Universidad de La Laguna, Tenerife, Ilhas Canárias, Espanha.

Profª. Drª. Nazira Correia Camely - Universidade Federal do Acre.

 

Entidades apoiadoras

Coordenação do Curso de Filosofia/UFAL

Coordenação do Curso de História/UFAL

 

Comissão Organizadora

Prof. Dr. José  Nascimento de França/UFAL

Prof. Dr. Walter Matias/UFAL

Prof. Dr. Alberto Vivar Flores/UFAL

Prof. Ms Wilson Correia Sampaio (doutorando) /UFAL

 

Informações

Prof. Dr. José Nascimento

 

 

 

Celebrações

Facebook

Teses

Jornal A Nova Democracia

FERP (Chile)