gototopgototop

REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE GOIÂNIA: ASSEMBLÉIA HISTÓRIA GARANTE A CONTINUIDADE DA GREVE DOS PROFESSORES

Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 
Trabalhadores em educação votam pela manutenção da Greve

 

Os dias 02 e 09 de agosto ficarão marcados para os trabalhadores de Goiânia. Tais datas correspondem aos dias em que a greve, já histórica, dos funcionários da rede municipal de ensino foi mantida, mesmo com todos os ataques do oportunismo de PT e CUT, que dirigem o sindicato da categoria. As principais reivindicações são o pagamento do piso salarial nacional de R$1312,85 para os professores com carga horária de 30h semanais e o plano de carreira para os agentes administrativos e os trabalhadores manterão a greve até conseguirem tais objetivos.

A greve, iniciada em 20 de maio, conta com um grau de mobilização nunca visto antes: 95% de professores e agentes administrativos parados! O Comando de Greve - legítima direção dos trabalhadores da educação, já que os pelegos do sindicato tentam acabar com a greve desde o seu início – têm organizado atividades praticamente todos os dias.

Professores_de_Goinia_em_Greve Dezenas de milhares de panfletos foram distribuídos nas escolas, ruas e terminais de ônibus. Também foram realizados debates em cursos de licenciatura e muita pressão foi feita em sessões da Câmara Municipal em que os vereadores iriam votar a questão do piso salarial. Uma série de manifestações foi realizada e o movimento teve que enfrentar a Guarda Municipal e a PM.

O prefeito esperava deter o movimento com força policial, mas a organização dos professores tem se mostrado, a cada dia, superior. Os professores estão adquirindo consciência política e experiência de luta nestes últimos 75 dias com rapidez incrível! Inclusive o Comando de Luta, já debate e assume posição sobre a questão das eleições, isto é, como elas não mudam absolutamente nada na vida do povo. Como os partidos todos, ao participarem das eleições, legitimam o velho Estado reacionário.

Faixa_do_Comando_de_Greve_no_Estdio_Serra_Dourada Nesse contexto, com o PT na prefeitura e também no sindicato, utilizando-se de todo tipo de ameaças, dizendo que os professores que não voltassem às aulas seriam punidos, que o ponto será cortado, tentado dizer que a greve “já passou dos limites” etc; o movimento grevista se fortalece a cada dia, pois cada um assume com mais decisão sua tarefa de lutar por seus direitos.

O MEPR está apoiando ativamente a luta dos professores, participando das manifestações, assembléias, debates e todas as atividades realizadas pelo Comando de Greve. Acreditamos que a luta em defesa da Educação científica e que sirva ao povo deve ser uma bandeira empunhada tanto por estudantes quanto por professores. Ainda, como tarefa do movimento estudantil, propagandear essa luta nas escolas e universidades para mostrar sua justeza.

 

VIVA A LUTA DOS PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL DE GOIÂNIA!

DEFENDER COM UNHAS E DENTES A EDUCAÇÃO PÚBLICA, GRATUITA E QUE SIRVA AO POVO!

REBELAR-SE É JUSTO!

 

Mais informações no blog do Comando de Greve: http://educacaogoiania.blogspot.com/

 


Vídeos:

Guarda Municipal tenta prender professores em manifestação e utiliza até arma de choque:

 

 

 


Manifestação e palavras de ordem contra o prefeito:

 

 


Protesto contra a repressão policial, que os pelegos do PT
tentaram transformar em "caminhada pela paz":

 



 

RVI

Celebrações

Teses

Facebook

Jornal A Nova Democracia

FERP (Chile)