gototopgototop
Internacional
Avaliação do Usuário: / 3
PiorMelhor 
Qua, 05 de Abril de 2017 Noticias - Internacional

Nos últimos dias, na cidade do Rio de Janeiro, deu-se prosseguimento à campanha internacional em Defesa da Vida e da Saúde do Presidente Gonzalo. Foram feitas inscrições em muros e também intervenções em universidades que contou com falas explicando a importância política de se defender o maior marxista-leninista-maoísta vivo sobre a face da terra, também foram distribuidos centenas de panfletos assinados pelo Movimento Estudantil Popular Revolucionário - MEPR, e pela Unidade Vermelha - Liga da Juventude Revolucionária - UV-LJR.

Abaixo, seguem fotos das atividades:

 

pronta

 
Avaliação do Usuário: / 2
PiorMelhor 
Sex, 24 de Março de 2017 Noticias - Internacional

Captura_de_tela_de_2017-03-24_183911

Retirado do Blog da Redação de A Nova Democracia

Um vigoroso ato público mobilizou, neste 22 de março, dezenas de jovens ativistas, democratas e revolucionários para defender o Presidente Gonzalo, chefatura do Partido Comunista do Peru (PCP) e da Revolução Peruana, e o pensamento gonzalo. O ato ocorreu em frente ao consulado do velho Estado peruano, no bairro do Flamengo (Zona Sul do Rio de Janeiro).

O ato fez parte da Campanha Internacional em defesa da vida e saúde do Presidente Gonzalo, atendendo ao chamado feito pelo Partido Comunista do Brasil (Fração Vermelha) – PCB (FV) aos revolucionários de todo o mundo.

 Durante o ato, que percorreu um período entre a manhã e a tarde, a Frente Revolucionária de Defesa dos Direitos do Povo (FRDDP), o Movimento Feminino Popular (MFP) e o Movimento Estudantil Popular Revolucionário (MEPR) ergueram suas flamejantes bandeiras vermelhas e estenderam uma faixa, onde lia-se: Defender a vida e a saúde do Presidente Gonzalo!

Os ativistas denunciaram a campanha reacionária que busca tachar o Presidente Gonzalo como “genocida” para desprestigiá-lo politicamente ante as massas e o povo peruano, com o objetivo de consumar seu assassinato, enquanto solta os verdadeiros genocidas, as “autoridades” civis e militares que perpetraram verdadeiro banho de sangue contra massas desarmadas.

Foi feita a denúncia do papel que joga os revisionistas do Movadef e demais capitulacionistas que, aproveitando-se da sua condição de absoluto isolamento, busca apresentar o Presidente Gonzalo como capitulacionista – servindo assim aos planos da reação e da CIA de aniquilá-lo.

Obra de titã

Foram ainda feitas intervenções exaltando o labor revolucionário deste grande chefe comunista, como seus aportes de validez universal dados pela aplicação do maoísmo à revolução peruana, como ter estabelecido o maoísmo como terceira, nova e superior etapa da ideologia proletária, além da tese do partido militarizado e da necessidade do assumimento de uma chefatura e de um pensamento-guia em toda revolução.

A Revolução Peruana

Foi lembrado a atual etapa que enfrenta a revolução peruana, ressaltando a tarefa partidária que passa o PCP de reorganização geral em meio da guerra popular, para dar novo impulso à revolução na incorporação das massas à guerrilha.

 

DEFENDER A VIDA E A SAÚDE DO PRESIDENTE GONZALO!

 
Avaliação do Usuário: / 2
PiorMelhor 
Qua, 22 de Março de 2017 Noticias - Internacional

No dia 22/03 ocorreu um ato internacionalista em defesa da Vida e da Saúde do Presidente Gonzalo. Diversas organizações democráticas e revolucionárias, entre elas o MEPR, MFP, MOCLATE, Cebraspo, marcaram presença. Com uma grande faixa vermelha com as letras em amarelo com a consigna “Defender a Vida e a Saúde do Presidente Gonçalo!”, assinada pela Frente Revolucionária, e com faixas, bandeiras e cartazes em apoio a presos políticos internacionais os manifestantes fizeram, por uma hora, uma agitação em frente ao consulado Peruano no Rio de Janeiro.


1

2

Este ato foi a culminação de uma ampla campanha promovida por setores democráticos, atendendo o chamado do Movimento Popular Peru (Comitê de Reorganização) – MPP (CR). A campanha contou também com inscrições em muros, faixas e denúncias. A seguir algumas fotos da campanha:


111

121

1411

DEFENDER A VIDA E A SAÚDE DO PRESIDENTE GONZALO!

 
Avaliação do Usuário: / 2
PiorMelhor 
Dom, 19 de Março de 2017 Noticias - Internacional

Neste ano de 2017, revolucionários de todo o mundo celebram os 100 anos da tomada do poder pelo proletariado russo. A Grande Revolução Socialista de Outubro em 1917 marcou uma virada na história da humanidade, o fim da era do monopólio do poder político pela burguesia e outras classes reacionários e o início de uma nova era: a Era das Revoluções Proletárias!

VIVA O CENTENÁRIO DA GRANDE REVOLUÇÃO BOLCHEVIQUE!

Dirigido pelo Partido Comunista da Rússia (bolchevique) - P.C.R. (b), sob a chefatura do grande Lenin, por meio da violência revolucionária, o proletariado assaltou os céus. Como chefe do Partido, Lenin teve o papel fundamental de liderar a vanguarda revolucionária para cumprir a tarefa histórica de derrotar o império feudal czarista.

Obra de uma luta prolongada do proletariado russo, o estabelecimento do destacamento de vanguarda do proletariado, o Partido Comunista de Novo Tipo, teve em Lenin sua principal expressão. Derrotando os posições revisionistas dos mencheviques e de outras frações não proletárias, comprovou que o combate do imperialismo dissociado do combate ao oportunismo não passa de fraseologia oca.

SEGUIR NO RUMO LUMINOSO DE OUTUBRO!

Pela primeira vez, o proletariado, dirigido pelo Partido Comunista, triunfou em sua luta de morte contra o imperialismo e estabeleceu a ditadura do proletariado tendo como base a aliança operário-camponesa.

A partir desta experiência histórica, que foi sistematizada por Stalin em sua obra "Fundamentos do Leninismo", povos do mundo inteiro lancaram-se mais audazmente e com mais clareza para a batalha contra a exploração e opressão do capitalismo imperialista.

Ao longo deste ano, o Movimento Estudantil Popular Revolucionário - MEPR se lançará a divulgar materiais de propaganda e defendendo o caminho aberto pela Revolução Socialista de Outubro.

CELEBRAR OS 100 ANOS DA GRANDE REVOLUÇÃO SOCIALISTA DE OUTUBRO!

VIVA O PROLETARIADO RUSSO E O PARTIDO COMUNISTA BOLCHEVIQUE!

VIVA OS 100 ANOS DA GRANDE REVOLUÇÃO BOLCHEVIQUE!

 
Sáb, 11 de Março de 2017 Noticias - Internacional

Denunciamos a farsa de julgamento movida contra o Presidente Gonzalo!

Denunciamos, conforme veiculado pela imprensa popular, a farsa de julgamento montada contra o grande dirigente revolucionário Abimael Guzmán Reynoso, o Presidente Gonzalo, chefatura do Partido Comunista do Peru e da Revolução Peruana preso e mantido incomunicável desde 1992.

presidente-gonzalo-foto

Defender a vida e saúde do Presidente Gonzalo!


Jornal A Nova Democracia:

Com informações de vnd-peru.blogspot.com

O Movimento Popular Peru (Comitê de Reorganização) publicou na internet o pronunciamento do Partido Comunista do Peru (PCP) em razão do novo episódio da patranha reacionária arquitetada contra Abimael Guzmán Reynoso, o Presidente Gonzalo, chefatura do Partido Comunista do Peru e da Revolução Peruana preso e mantido incomunicável há quase 25 anos. O Presidente Gonzalo está sendo “julgado” em mais uma farsa de “novo julgamento”.

O MPP (CR) denunciou em várias oportunidades essa patranha reacionária contra o Presidente Gonzalo, que busca tachá-lo como “genocida” enquanto absolve os verdadeiros criminosos civis e militares do velho Estado peruano, reacionários que têm sujas as mãos com sangue camponês e operário.

O PCP, no comunicado, denunciou a campanha difamatória contra as ações armadas realizadas pelo Exército Popular na capital Lima, em 1992, tachadas de “atentados terroristas”.

“Condenamos esta nova patranha que o inimigo joga com os revisionistas da LOD revisionista e capitulacionista encabeçada pelas ratazanas Miriam, Cox, Pantoja, Morote etc., […] Os monopólios da imprensa difamam o Presidente Gonzalo e difamam as ações que o EPL desenvolveu na capital e outras que abalaram o velho Estado peruano e as hienas genocidas, principalmente aos ianques.”

Concluem fazendo um chamamento vermelho: “Chamamos a continuar a campanha pela defesa do Presidente Gonzalo e seu todopoderoso pensamento gonzalo. E chamamos a pronunciar-se pela Defesa da Vida e Saúde do maior Marxista-leninista-maoísta vivo sobre a face da terra; e deve ser contra o vento e a maré, desenvolvendo a Guerra Popular, levantando as massas com as armas na mão para derrotar o inimigo e organizados todos para afundar a besta ferida de morte, concretar a Reorganização Geral do Partido no país e ser soldados vermelhos de Gonzalo, entregando a vida hoje, amanhã e sempre pelo PCP e a Revolução.”

A íntegra do comunicado pode ser lido em serviraopovo.wordpress.com.

 

 
Sáb, 11 de Março de 2017 Noticias - Internacional

Denunciamos a absurda condenação à prisão perpétua do professor da universidade de Delhi GN Saibaba!

gn-saibaba-lead-gettyimages-479706704

O professor universitário GN Saibaba é um firme ativista dos direitos do povo indiano que vem sendo perseguido pelo velho Estado indiano. Saibaba sempre esteve na vanguarda dos movimentos populares contra a “Operação Caçada Verde” e também na luta pela libertação de todos os presos políticos. A guerra do Estado indiano contra o povo, conhecida pelo nome de “Caçada Verde” é uma guerra lançada sobre os mais pobres entre os pobres da Índia Central e Oriental que estão lutando para proteger a terra, a floresta e os recursos naturais contra a ganância das grandes corporações transnacionais.

Denúnciamos e repudiamos esta injusta condenação contra o professor Saibaba, conforme veiculado pelo Jornal A Nova Democracia

Liberdade já para o Professor Saibaba!
Imediate Freedom for Professor Saibaba!

 
Sáb, 19 de Novembro de 2016 Noticias - Internacional

chile-2

 

Com informações de Secours Rouge

A juventude combatente chilena rechaçou vigorosamente a repressão fascista em várias cidades do país, durante massivas manifestações que exigiam o fim do sistema de aposentadoria que vigora desde o regime militar-fascista de Pinochet.

O sistema vigora através das chamadas Administradoras de Fundos de Pensão (AFP), criadas em 1981. As AFPs administram os fundos de pensões de 10 milhões de trabalhadores chilenos, enquanto sugam os recursos, pagando salários muito aquém do necessário para sobreviver.

Houve confrontos em Valparaíso, Arica, Santiago, Viña del Mar e Concepción. Especificamente na capital, Santiago, dezenas de barricadas foram erguidas em diferentes partes da cidade, o metrô foi fechado pelas massas e dois ônibus incendiados.

 
Avaliação do Usuário: / 2
PiorMelhor 
Seg, 19 de Setembro de 2016 Noticias - Internacional

FF003455-51CB-4658-A14D-C98BFFF19949_mw1024_mh1024_s-768x512

 

Reproduzimos abaixo o documento Bancarrota del revisionismo cubano, do Partido Comunista do Equador – Sol Rojo (Puka Inti), com a tradução de Lúcio Jr. tal como publicada no Blog da Redação do Jornal A Nova Democracia (http://www.andblog.com.br/).

O texto traz uma análise profunda da Revolução Cubana e seus desdobramentos. Consideramos sua leitura de grande importância para os revolucionários, principalmente entre a juventude, onde muitos identificam-se com a Revolução Cubana e a figura de Che Guevara. Entretanto a Revolução Cubana foi uma revolução de caráter democrático-burguês com uma direção pequeno-burguesa (posteriormente revisionista) e que não avançou em direção ao Socialismo, assumindo-o apenas de palavra e formalmente. Quanto a Che, em que pese seu heroísmo e abnegação, não conseguiu compreender e encarnar a ideologia científica do proletariado, na época marxismo-leninismo-pensamento mao tsetung (que posteriormente deveniu-se em marxismo-leninismo-maoísmo), e isso deu margem para concepções pequeno-burguesas, destacadamente o foquismo.

As limitações expressas na Revolução Cubana provocaram grave prejuízo às lutas revolucionárias na América Latina, servindo de retaguarda política e ideológica a diversos agrupamentos revisionistas e oportunistas e dando chancela a esses grupos, dentre os quais o próprio Partido dos Trabalhadores (PT) em nosso país. Cabe aos autênticos revolucionários compreender o verdadeiro caráter e o papel que cumpriu a Revolução Cubana a fim a afastar a confusão ideológica e o ecletismo e poder reafirmar o caminho correto da Revolução em nosso país e nos demais países semicoloniais e semifeudais: a Revolução de Nova Democracia Ininterrupta ao Socialismo!

 
Qui, 16 de Junho de 2016 Noticias - Internacional

 



Reproduzimos nota da ASSOCIAÇÃO DE NOVA DEMOCRACIA de Hamburgo pela libertação Georges Abdallah, militante comunista árabe, preso pelo reacionário Estado francês há mais de 31 anos.

AND-Hamburgo: Nossa solidariedade com Georges Abdallah, militante comunista árabe, ativista na luta de libertação da Palestina.

EVENTO NACIONAL

Domingo 19 Junho 2016

             19 de junho é o Dia Internacional dos prisioneiros revolucionários. Mais uma oportunidade para expressar a nossa solidariedade com Georges Abdallah, militante comunista árabe dedicado na luta de libertação nacional da Palestina, que esta preso no cárcere do Estado francês há mais de 31 anos. Condenado à prisão perpétua por cumplicidade em atos de resistência reivindicada pelos libaneses da Frações Armadas Revolucionárias, enquanto seu país Líbano foi invadido pelas tropas sionistas, e libertado em 1999. Apesar de duas liberações ordenadas pelo tribunal de execução de penas, George Abdallah é mantido na prisão na França por intervenção do governo dos EUA.
             Hoje, a violência e a repressão do Estado francês continua a se reforçar e se militarizar sob o disfarce de um estado de emergência: prisão domiciliar, a repressão preventiva, proibição de manifestações, detenções , custódia, ampliação da violência policial e uso imediato sem  controle do direito de matar, dadas as forças de repressão. Esta repressão é  dirigida contra os jovens dos bairros populares, contra ativistas políticos e sindicais. Diante de um estado tão draconiano e repressivo, é justo e legítimo se rebelar. É sobre esta resistência  e das lutas legitimas que se encaixa a nossa solidariedade na luta de Georges Abdallah, que teve uma vida de luta contra o imperialismo e por uma Palestina livre.
             Convocamos a todos aqueles que estão do lado das pessoas que lutam, no lado da resistência palestina, da luta contra o capitalismo, o imperialismo, o sionismo, o colonialismo, a se juntarem a nós domingo, 19 de junho, para exigimos a sua libertação.


LIBERDADE PARA GEORGES ABDALLAH!
SOLIDARIEDADE AOS PRESOS POLÍTICOS REVOLUCIONÁRIOS DE TODO O MUNDO!
 
Avaliação do Usuário: / 1
PiorMelhor 
Qui, 16 de Junho de 2016 Noticias - Internacional
Publicamos mensagem e nota enviadas pelos companheiros do Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos (CEBRASPO)

Companheiros e companheiras o CEBRASPO está participando da campanha internacional em solidariedade aos presos políticos turcos na Europa. Uma criminosa perseguição do Estado imperialista Alemão contra ativistas e lutadores turcos, que em função da genocída do Estado turco são obrigados a se refugiar pela Europa.  
Segue abaixo um manifesto do Comitê Internacional de Solidariedade aos Presos Políticos em repudio as prisões que ocorreram no dia 15 de abril deste ano contra membros da ATIK ( Associação dos Trabalhadores Turcos na Europa) que irão a julgamento no próximo dia 17.



Chamada aos revolucionários, democratas e forças progressistas internacionais!
 

RVI

Celebrações

Teses

Facebook

Jornal A Nova Democracia

FERP (Chile)