gototopgototop

Liberdade imediata para todos os presos políticos marroquinos!

Avaliação do Usuário: / 1
PiorMelhor 

marrocos

Com informações do Comitê de Ação e Apoio às Lutas do Povo Marroquino http://dazibaorojo08.blogspot.com.br/2016/06/marruecos-apell-du-comite-daction-et-de.html

Os bravos estudantes seguem enfrentando a mais cruenta repressão imposta pelo velho Estado fascista marroquino. Nos últimos dias, em Marraquexe, 13 estudantes universitários foram detidos e seguem presos pela sua participação em um protesto que exigia o pagamento das suas bolsas de estudo, atrasadas há varios meses. Na cidade de Meknes, 9 estudantes são presos políticos pela participação em protestos, sendo que, até o momento,  apenas 5 foram identificados: Hamdi Hamza, Redouane Alami, Bourhim Ikram, Mohamed Yassin e kassimi Rehal.
O estado fascista marroquino responde ao crescimento do protesto popular icrementando, ainda mais, a repressão, tortura e os assassinatos contra as lutadoras e lutadores do povo. Qualquer forma de contestação, mesmo que pacífica, é imediatamente reprimida, como ocorreu na manifestação do último dia 15/05.
Além da tenaz luta em defesa do ensino público, pela libertação imediata dos presos políticos e pelo direito à livre manifestação empreendida por entidades estudantis e organizações populares combativas, os jovens revolucionários presos políticos seguem combatendo nos presídios, como Mohamed Janati e Mohamed Karkachi em greve de fome há mais de 35 dias pela aplicação dos direitos fundamentais dos prisioneiros como visitas, cuidados de higiene e saúde e  garantia de acesso ao estudo.
Viva a juventude combatente marroquina!
Liberdade imediata e incondicional para todos os presos políticos em Marrocos!
Abaixo à criminalização da luta e ativistas populares marroquinos!

Movimento Estudantil Popular Revolucionário (MEPR) - Brasil - junho de 2016.
 

Celebrações

Facebook

Teses

Jornal A Nova Democracia

FERP (Chile)