gototopgototop
Movimento Estudantil
Ter, 27 de Janeiro de 2015 Movimento Estudantil

Dezenas de manifestações são realizadas, desde o início do ano, contra o aumento das passagens e pelo passe-livre em várias capitais e cidades médias por todo o país. Em São Paulo e no Rio de Janeiro, as manifestações levantam a bandeira da libertação de todos os presos políticos da cidade e do campo. Já são dezenas de manifestantes presos por todo o país neste mês de janeiro, particularmente em São Paulo, onde a repressão policial às justas manifestações populares contra o aumento das passagens foi o estopim para o início das grandes jornadas de luta de junho/julho de 2013. 

 
Sex, 09 de Janeiro de 2015 Movimento Estudantil

 

 

00igor

 

At the January 3rd completed a month of the arrest of Igor Mendes, activist from Student Revolutionary People’s Movement – MEPR and from People’s Independent Front of Rio de Janeiro – FIP/RJ. Igor Mendes was arrested for his participation in popular protests against Fifa’s spree and he’s one of twenty-three activists politically persecuted at Rio de Janeiro, accused of armed gang formation for exercising their right of free of speech and manifestation. Igor Mendes and other political prisoners and persecuted from management Cabral/Pezão/Paes (PMDB) and Dilma Rousseff (PT). Recently, documents published by the monopolies of communication means exposes the existence of thousands of messages send between Military Police (PM) officers in a group on WhatsApp in between December of 2013 and January of 2014. In these messages the practice of physical aggression of demonstrators is assumed and defended. Fabio Almeida de Souza, then lieutenant colonel, who commanded police repression of demonstrations during struggle journeys of June/July of 2013 at Rio de Janeiro, is the author of unnumbered of these messages, many of which making apology of nazism. Was Fabio Almeida punished? On the contrary. He was promoted “by earning” last December 25th to colonel, the biggest post of Military Police.

 
Avaliação do Usuário: / 3
PiorMelhor 
Qui, 08 de Janeiro de 2015 Movimento Estudantil

00igor  


No dia 03 de janeiro completou-se um mês da prisão de Igor Mendes, ativista do Movimento Estudantil Popular Revolucionário – MEPR e da Frente Independente Popular do Rio de Janeiro – FIP/RJ. Igor Mendes foi preso pela sua participação em protestos populares contra a farra da Fifa e é um dos vinte e três ativistas perseguidos políticos na cidade do Rio de Janeiro, acusados de formação de quadrilha armada por exercerem seu direito à livre expressão e manifestação. Igor Mendes e os demais ativistas são perseguidos e presos políticos dos gerenciamentos de Cabral/Pezão/Paes (PMDB) e Dilma Rousseff (PT). Recentemente, documentos divulgados pelos monopólios dos meios de comunicação expõem a existência de milhares de mensagens trocadas entre oficiais da PM num grupo que se comunicava via WhatsApp entre dezembro de 2013 e janeiro de 2014, nas mensagens a pratica de agressão física aos manifestantes é assumida e defendida. O então tenen­te­-coronel Fábio Almeida de Souza, que comandava a repressão policial as manifestações durante as jornadas de luta de junho/julho de 2013 no Rio de Janeiro, é o autor de inúmeras destas mensagens, muitas das quais fazendo apologia ao nazismo. Fábio Almeida foi punido? Pelo contrário. Foi promovido “por merecimento” no último dia 25 de dezembro ao posto de coronel, o maior da Polícia Militar.

 
Ter, 06 de Janeiro de 2015 Movimento Estudantil

No dia 5 de janeiro de 2015 ocorreu o 1º Ato Contra o Aumento das Passagens no Centro da cidade do Rio de Janeiro, contando com a presença de por volta de mil pessoas, que saíram do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais (IFCS) em direção a Cinelândia.

9k

 O ato saiu do IFCS, pois nessa data estavam marcados duas plenárias, de um lado a da Frente Independente Popular (FIP-RJ), que tem vanguardeado a campanha de liberdade de todos os presos políticos e pela extinção de todos os processos, do outro lado o IV Encontro Contra o Aumento das Passagens, espaço surgido para a discussão da mobilidade urbana e do passe livre. Como forma de articular as pautas e massificar ambas as lutas, resolveu-se unificar as plenárias, buscando assim construir um calendário de atividades integrando a questão das passagens e da liberdade de todos os presos políticos.

 
Avaliação do Usuário: / 2
PiorMelhor 
Sex, 19 de Dezembro de 2014 Movimento Estudantil

imagem1

 

Democratic, people’s and revolutionaries organizations around the world have shown their solidarity to the campaign for immediate release for Igor Mendes and all political prisoners in Brazil, from city and field. 

 

The chilean periodic El Pueblo and the bolivian blog Analisis y Opinion noticed on their webpages the arrest of our fellow and the persecution of other activists. The New Democracy Association Peru, stated on Germany, replicated our informs about the campaign calling other german organizations to pronounce and join in solidarity with our campaign. The International Leninist Trotskist Fraction and the Construction Committee of Communist Maoist Party of Galicia (autonomous region on Spain territory) published releases in solidarity and demanding the immediate release of Igor Mendes and all political prisoners. The People’s Struggle Defense Front – Ecuador published, along with the banner we reproduced above, a note were they highlight the Brazilian Fascist State role in the persecution and imprisonment of people’s fighters at city and in the murderer of  peasant leaders on struggle for land at the field: 

 

 
Avaliação do Usuário: / 2
PiorMelhor 
Sex, 19 de Dezembro de 2014 Movimento Estudantil

  imagem1

 

Organizações democráticas, populares e revolucionárias em todo mundo tem prestado sua solidariedade à campanha pela libertação imediata de Igor Mendes e de todos os presos políticos.

 

O periódico chileno El Pueblo e o blog boliviano Analisis y Opinión noticiaram em suas páginas a prisão do companheiro e a perseguição dos demais ativistas. A Associação Nova Democracia Peru, sediada na Alemanha, replicou nossos informes sobre a campanha convocando outras organizações alemãs a se pronunciarem e a se solidarizarem com a campanha. O Comitê de Construção do Partido Comunista Maoísta da Galícia (região autônoma no território Espanhol) publicaram comunicados de solidariedade exigindo a libertação imediata de Igor Mendes e de todos os presos políticos no Brasil. A Frente de Defesa de Lutas do Povo – Equador publicou, junto com o cartaz que reproduzimos acima, uma nota onde ressalta o papel do Estado Fascista brasileiro na perseguição e prisão dos lutadores do povo na cidade e no assassinato de dirigentes camponeses em luta pela terra no campo:

 

 
Avaliação do Usuário: / 2
PiorMelhor 
Sex, 19 de Dezembro de 2014 Movimento Estudantil

Igor Mendes da Silva, geography student at State University of Rio de Janeiro, activist of the Student Revolutionary People’s Movement and of the Independent People’s Front of Rio de Janeiro, since last 3 of December of 2014, finds himself locked up at the Penitentiary Complex of Bangu. The activist from MEPR and FIP-RJ was arrested at home, around 06h30 am, by a team from DRCI (Police Station of Repression to Informatics Crimes) fulfilling a warrant of preventive arrest expelled by the judge Flávio Itabaiana from 27º Criminal Court of Capital.

On the same occasion, were expelled warrants of preventive arrest against other two activists, Elisa Quadros Pinto, known as Sininho, and Karlayne Moraes da Silva Pinheiro, treated as outlaws by the rotten judiciary power and press monopoly, headed as the yankee imperialism spokesman and supporter of fascism from yesterday and today, Rede Globo.

 
Avaliação do Usuário: / 7
PiorMelhor 
Qui, 18 de Dezembro de 2014 Movimento Estudantil
  

FASCISTAS: NÃO PASSARÃO! Juventude Combatente desmascara caráter político das prisões e processos no Rio de Janeiro.


igor caio e fbio 02

 

Gritando "Não Passarão!", algemados, com os punhos erguidos, Igor Mendes, Caio Silva e Fábio Raposo adentraram, no último dia dezesseis de dezembro, na sala onde se realizava audiência de criminalização dos vinte e três ativistas das manifestações contra a Copa da Fifa no Rio de Janeiro. Os ativistas foram saudados pelos demais “réus” com a mesma palavra de ordem. Poucas horas antes, os pedidos Habeas Corpus em favor do preso político Igor Mendes da Silva, ativista do Movimento Estudantil Popular Revolucionário (MEPR) e da Frente Independente Popular – RJ e das perseguidas políticas Elisa Quadros Pinto, Sininho, e Karlayne Moraes da Silva Pinheiro haviam sido negados pelo Colegiado do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

 
Avaliação do Usuário: / 7
PiorMelhor 
Qui, 11 de Dezembro de 2014 Movimento Estudantil

O militante do Movimento Estudantil Popular Revolucionário e da Frente Independente Popular - RJ Igor Mendes, estudante de geografia da UERJ e integrante do Coletivo Inimigos do REI - que disputa a eleição para o DCE da UERJ, se encontra hoje encarcerado nas masmorras do velho Estado. Igor Mendes é preso político em São Gonçalo, e divide cela com outros presos. Porém, se a reação acreditou que a prisão do nosso companheiro iria nos intimidar ou pior, intimidar a ele, não poderiam estar mais enganados!

Na primeira oportunidade que teve, Igor  logo tratou de passar uma mensagem aos companheiros: "Levantem a cabeça e não se deixem abater pela perseguição deste Estado Fascista!" e quando foi colocado num camburão para ser transferido bradou altivamente: "Não passarão, não passarão!" A atitude do nosso companheiro no cárcere demonstra um compromisso ideológico com massas oprimidas do nosso país e de todo o mundo e serve como grande exemplo da postura de um verdadeiro revolucionário, mesmo quando se encontra em situações das mais adversas.

Fora a privação da liberdade, fruto de uma campanha podre de perseguição aos lutadores do povo, o Estado Fascista ataca de todas as formas. Assim como é "procedimento padrão para presos comuns", os trogloditas do sistema carcerário acharam que teriam facilidade para raspar a cabeça dele, numa primeira tentativa de desmoralizar o companheiro. Igor resistiu bravamente, e só o diretor da prisão já sentindo a pressão da campanha organizada nas ruas pela libertação do companheiro, impediu que ele fosse espancado pelos cães que se prestam ao mais vil e perverso ofício dentro das jaulas de destruição de homens.

Quando dentro da cela, nosso companheiro travou dura luta para ter acesso a livros e com o apoio dos seus companheiro de cela, conseguiu que todos tivessem acesso à biblioteca. Igor tem se ligado ativamente às massas encarceradas, organizando inclusive um sistema de rodízio entre os presos para a limpeza da cela. Essas informações foram passadas pela equipe de advogados que acompanha o companheiro, que reforçou também a mensagem passada antes. Mesmo num momento de dificuldade, Igor Mendes tem ciência do caráter desse Estado e de sua prisão e sabe que somente uma grande e combativa campanha do lado de fora e a discpilina associada ao mais alto espírito de se ligar às massas e servir ao povo de todo coração pode garantir a sua libertação. O Habeas Corpus já foi impetrado e em breve será dado um parecer, porém nem nós e nem o companheiro Igor, assim como amplos setores da sociedade conservam a ilusão de que há qualquer traço de justiça ou imparcialidade nessa apodrecida ordem ou nas engrenagens desse Estado fascista, podre e genocida de burgueses e latifundiários a serviço do imperialismo, principalmente ianque.

Conclamamos todos os progressistas e democratas, estudantes, professores, intelectuais honestos e trabalhadores a se somarem a campanha exigindo a libertação imediata de Igor Mendes e todos os presos políticos e a extinção dos processos!

Liberdade já para Igor Mendes, Caio Silva, Fábio Raposo e Rafael Braga!

Presos políticos: Liberdade já!

Lutar não é crime, vocês vão nos pagar!

 
Qui, 11 de Dezembro de 2014 Movimento Estudantil

Ocorreu no dia 10/12, em frente à Universidade Estadual do Rio de Janeiro, um ato organizado combativo pelos trabalhadores de limpeza terceirizados pela UERJ. O ato contra o atraso dos pagamentos e a precarização das condições de trabalho recebeu amplo apoio dos setores estudantis mais avançados da universidade.

A entreda principal da UERJ ficou desde a manhã desta quarta-feira última coberta com o lixo jogado pelos trabalhadores em greve, como forma de denunciar o atraso dos salários, no lado de dentro da universidade, pilhas de lixo se acumulam nas lixeiras, nos cantos das paredes e no chão. A situação é tão crítica que a REItoria ordenou que trabalhadores terceirizados de outros setores cumprissem minimamente as funções de limpeza. É o segundo ano consecutivo em que o salário dos trabalhadores de limpeza é retido no mês de dezembro, e a REItoria da UERJ (ligada a PT/Pêcêdobê) é responsável novamente por esse cenário de precarização.

Vários estudantes da UERJ compareceram ao ato portando bandeiras, faixas e cartazes para dar seu apoio aos trabalhadores em greve. Os grevistas demonstraram sua solidariedade, carregando a faixa exigindo a libertação imediata de Igor Mendes, confeccionada pelo Coletivo Inimigos do REI, que está disputando as eleições para o DCE da UERJ, e cantaram palavras de ordem exigindo a libertação de todos os presos políticos. Também os estudantes se solidarizaram aos grevistas com suas palavras de ordem: "Se o meu salário não pagar, na REItoria eu vou entrar!" e "Trabalhador não é otário, quero saber cadê o meu salário!"

O MEPR se solidariza com a luta dos trabalhadores terceirizados da UERJ em estado de greve e rechaça a REItoria da UERJ, fascista e caloteira! Consideramos que é o dever dos estudantes do povo apoiar a justa luta do nosso povo, incluindo a luta dos trabalhadores como segue sendo feito na UERJ. Convocamos também a todos, trabalhadores e estudantes a se solidarizarem com a campanha Liberdade imediata para Igor Mendes e todos os presos políticos! No mesmo dia, à noite, foi realizado no hall de entrada da UERJ um combativo ato em repúdio à prisão do estudante de geografia Igor Mendes,  preso injustamente desde o dia 3 de dezembro.

 

Todo apoio à luta dos terceirizados da UERJ!

Abaixo a REItoria de Vieira Alves: A UERJ não é seu feudo!

LIBERDADE IMEDIATA PARA IGOR MENDES E TODOS OS PRESOS POLÍTICOS!