gototopgototop

Convocatória ao Encontro Estadual Extraordinário dos estudantes de pedagogia de Pernambuco

Avaliação do Usuário: / 4
PiorMelhor 
Publicamos a seguir uma importante Convocatória ao Encontro Estadual Extraordinário dos Estudantes de Pedagogia de Pernambuco - PE. Achamos importante reproduzir em nosso site este convocatória principalmente pela luta que vem ocorrendo naquele região do Vale do São Francisco. Diversos campos de Universidades, Escolas Estaduais e Institutos Federais estão a cerca de um mês em vigoroso e combativo processo de ocupação. É neste ambiente efervescente de crescente mobilização, politização e organização estudantil que a Comissão Organizadora (CO) do 37º Encontro Nacional de Estudantes de Pedagogia (37º ENEPe), que será realizado naquela região no próximo ano, convoca um Encontro Extraordinário para fortalecer o Movimento Estudantil de Pedagogia (MEPe) Pernambucano e para mobilizar para o ato em defesa da educação, a ser realizado no próximo dia 23 de novembro, como parte do plano tirado no último ENEPe pelos estudantes de Pedagogia.

Viva as ocupações de escolas e universidades por todo o país!
Viva o Movimento Estudantil de Pedagogia!
Rebelar-se é Justo!


 

Dar um salto na nossa organização!

Convocatória ao Encontro Estadual Extraordinário dos estudantes de pedagogia de Pernambuco

Saudações combativas à histórica luta pela defesa dos direitos do povo que hoje percorre o Brasil do sul ao norte, da Amazônia ao sertão. Saudações a nossa juventude combatente, mais uma vez respondendo ao chamado do povo brasileiro, desabrochando os novos tempos de luta que hão de estremecer o mundo. Saudações especialmente ao movimento estudantil de pedagogia (MEPe) de todo o país, particularmente de Pernambuco e do Vale do São Francisco, que mantém um papel destacado na luta pela defesa da universidade pública e gratuita.

Hoje assistimos e participamos do maior movimento de ocupações da história. Esse movimento se desenvolve em meio de uma profunda crise da sociedade brasileira, uma crise econômica, política e moral que está fazendo derrapar o establishment das classes dominantes. Enquanto os diferentes grupos dos grandes burgueses e latifundiários se batem entre eles em função de seus mesquinhos interesses, o povo lhes expressa contundente rechaço e avança na generalização de suas lutas. O presente movimento de greves de ocupação marchou de mãos dadas com um vitorioso boicote das eleições do velho Estado brasileiro.

O alto índice de nulos, brancos e abstenções em várias cidades ultrapassou a quantidade de votos obtida pelos candidatos eleitos. Um exemplo é o caso de São Paulo, no qual tanto se alardeou a eleição em primeiro turno do candidato do PSDB. No Rio de Janeiro o boicote as eleições atingiu o percentual de 42% no primeiro turno e 46% no segundo. O resultado das eleições revela o descredito do povo com a farsa eleitoral e sua decisão cada vez maior de trilhar o caminho da luta combativa. 

Combativo ato realizado pelo ocUPE na ponte que liga Petrolina-Juazeiro

O panorama tempestuoso que nos rodeia cada vez mais, confirma as discussões e conclusões do MEPe no 36º ENEPe. O governo Temer e a escalada fascista vão fazer o que for possível para aprofundar as políticas imperialistas contra a educação e outros direitos, mas o povo vai defender de forma contundente suas conquistas com mobilização, politização e organização. Na presente luta contra a PEC 55 e outras ameaças reacionárias, a greve de ocupações está se tornando uma poderosa torrente enquanto passa de força desorganizada a uma força mais organizada, sendo um importante preparativo para a necessária greve geral. O movimento camponês combativo também está sofrendo fortes ataques, assassinatos de lideranças, prisões injustas, despejos e ampla repressão, porém são tentativas inúteis de frear o avanço revolucionário da luta camponesa e sua iminente onda nacional de ocupações e corte popular das terras, como verificamos na anterior sede do ENEPe, Rondônia.

 

 

A greve de ocupações impôs a primeira grande derrota política do governo de Temer e da escalada fascista: a barragem inédita do ENEM para mais de 250.000 inscritos! Foi um golpe ao governo antipopular e seu ministro da educação, o latifundiário Mendonça Filho, e faz parte da defesa da educação pública para as atuais e futuras gerações de estudantes do povo. Essa grande vitória dos estudantes e professores ao longo do país tem sido acompanhada por diversas vitórias pontuais nas diferentes regiões, onde os estudantes em luta têm colocado para correr grupelhos de sabotadores e fascistóides (Petrolina, Paraná, Rio de Janeiro, Belo Horizonte) assim como têm demarcado posições com a conciliação e passividade impulsionada por oportunistas.

Na ultima semana, a onda de ocupações seguiu se ampliando Brasil a fora e no Estado de Pernambuco.  Na UFPE vários centros já estão ocupados de forma unificada e a ação dos estudantes impulsionou o inicio da greve dos professores. Na UPE, a ultima assembleia dos professores que contou com uma massiva participação de estudantes, deliberou pela continuidade da greve.  Tudo isto comprova que a luta continua em ascensão apontando para deflagração de uma greve geral.

Os planos reacionários do governo Temer e sua quadrilha estão condenados ao fracasso. Cada ataque que preparam contra o povo são escavações de sua própria cova. As greves de ocupação, como continuação das lutas dos últimos anos, demonstram que a juventude combatente é mensageira do novo mundo, suas lutas de hoje são os anúncios do futuro que o povo precisa conquistar. A crítica situação atual exige continuar avançando ousadamente, centuplicar nossos esforços por fortalecer nossa organização dentro de cada universidade, nossa articulação entre cidades e regiões, assim como a unificação e generalização da greve a nível nacional.

Nesse sentido, fazemos o chamado aos estudantes de pedagogia de Pernambuco e do Vale do São Francisco (sede do próximo ENEPe), a participar do ENCONTRO EXTRAORDINÁRIO dos estudantes de pedagogia do estado de Pernambuco que vai acontecer no dia 23 de Novembro de 2016 na UPE de Petrolina-Vale do São Francisco, universidade ocupada há mais de um mês com a participação ativa dos estudantes de Pedagogia. O objetivo do Encontro é servir à articulação das lutas e à mobilização do dia 25 de novembro, fortalecer e elevar os níveis de organização do MEPe a nível estadual e definir a programação de nossas atividades em função do 37º ENEPe sediado em Petrolina no próximo ano. A situação extraordinária que vivemos exige nosso avanço extraordinário. O governo Temer e a escalada fascista estão semeando ventos para colher uma colossal tempestade, nós dizemos: bem-vinda seja!

Fora Temer e sua quadrilha! Abaixo a escalada fascista!

Preparar a Greve Geral!

Ousar lutar, ousar vencer!

 

Comissão Organizadora do 37º ENEPe – Vale do São Francisco

 

RVI

Celebrações

Teses

Facebook

Jornal A Nova Democracia

FERP (Chile)