gototopgototop

GO: Exitosa celebração dos 37 anos de Guerra Popular no Peru

Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 

Foto_1

Estudantes do Movimento Estudantil Popular Revolucionário-GO realizaram no dia 09/12 homenagem aos 37 anos de Guerra Popular no Peru, continuando com a Campanha Internacional em Defesa da Vida e Saúde do Presidente Gonzalo.

Iniciada em 1980, sob chefatura do presidente Gonzalo, dirigida pelo Partido Comunista do Peru, a Guerra Popular permanece em curso mesmo diante da prisão de sua chefatura, o presidente Gonzalo, iluminando o caminho para a Revolução Mundial rumo ao comunismo, demonstrando que não existe derrota definitiva para o proletariado e a guerra popular vencerá inevitavelmente.
Durante a celebração os estudantes ressaltaram a importância dos aportes do presidente Gonzalo, principalmente, de sua contribuição em sintetizar o pensamento Mao Tsetung, como era concebido na época, elevando-o à terceira, nova e superior etapa do marxismo, o Marxismo-Leninismo-Maoísmo; a construção de forma concêntrica dos três instrumentos necessários à Revolução: o Partido Comunista, o Exército Popular e a Frente Única Revolucionária, sendo o Partido o centro e dirigindo absolutamente o outros dois instrumentos; e a formulação da necessidade do Pensamento Guia nas Revoluções de cada país, sendo este a aplicação criadora do Marxismo-Leninismo-Maoísmo a realidade concreta de cada país.

Foto_2

Ressaltaram o papel essencial da mulher na revolução saudando a grande dirigente do PCP e do Exército Guerrilheiro Popular (EGP), camarada Norah, por sua contribuição ao Partido e a Revolução Peruana. Dedicaram também em suas intervenções homenagem à companheira Sandra Lima, dirigente e fundadora do Movimento Feminino Popular, que em seus mais de 40 anos de luta, dedicou sua militância à construção da Revolução Brasileira nas mais variadas frentes de luta do povo.

Durante a atividade cultural as companheiras e companheiros assistiram ao vídeo das Luminosas Trincheiras de Combate em que as camaradas do PCP e combatentes do EGP mesmo dentro da prisão, local em que o velho estado tenta destruir a vontade revolucionária de cada uma, não diminuíram sua decisão, mantiveram sua moral comunista, sua autossustentação (com roupas, medicamentos, alimentos) fazendo das prisões uma trincheira de combate, sendo exemplo de decisão revolucionária para cada um de nós, comprovando a síntese do presidente Mao Tsetung de que nada é impossível no mundo para quem se atreve a escalar as alturas!

Foto_3


Durante a celebração foram entoadas canções populares e relembrada a memória dos inúmeros filhos do povo que deram suas vidas na construção da Revolução Brasileira, de uma nova sociedade. Ao final, os ativistas reafirmaram seu compromisso de servir ao povo de todo coração e de serem a tropa de choque da revolução, seguindo o firme exemplo da Revolução Peruana e compreendendo que apenas com guerra popular o povo brasileiro derrubará as classes dominantes que o exploram e o oprimem: o imperialismo, a grande burguesia e o latifúndio!

Foto_4

Viva os 37 anos de Guerra Popular no Peru!
Viva o Partido Comunista do Peru!
Defender a Vida e Saúde do Presidente Gonzalo!
Rebelar-se é justo!
 

RVI

Celebrações

Teses

Facebook

Jornal A Nova Democracia

FERP (Chile)