gototopgototop

Combater o Estado Policial! Terrorista é o velho Estado burguês-latifundiário!

Avaliação do Usuário: / 3
PiorMelhor 

Logo após a queda do gerenciamento oportunista de PT/pecedobê, e a consequente mudança de ministros e outros altos funcionários do velho Estado, o jornalista Carlos Amorim (um dos mais antigos "jornalistas" do monopólio de imprensa e um dos fundadores de seu carro chefe da Globo) informou em seu blog que, a pedido do ex-Ministro de Defesa durante o gerenciamento de Luís Inácio, Nelson Jobim e do comandante do exército general Eduardo Villas Bôas, será reestruturado parte da área de inteligência, recriando o Gabinete de Segurança Institucional. Nas palavras de Carlos Amorim "que caberá a ele [GSI] o monitoramento dos movimentos sociais no campo, a Liga dos Camponeses Pobres e, na cidade, o MEPR (Movimento Estudantil Popular Revolucionário)". Estariam, no momento da Olimpíada, sob vigilância excepcional.

É necessário fazer a denúncia e o repúdio dessa espúria prática de perseguição política para com a nossa Corrente, apesar de não ser surpreendente. Já sabíamos que esse tipo de constatação estaria a caminho sobretudo neste período dado o caráter antipovo e vende-pátria tanto do gerenciamento do velho Estado (o "governo" tampão de Michel Temer), como também deste evento que, travestido de celebração esportiva mundial, contribui para a pilhagem imperialista de nossa nação pela infiltrição excepcional dos órgãos de inteligência das grandes potências imperialistas (principalmente a FBI e CIA) ou através da propaganda de "combate ao terrorismo" para criar opinião pública favorável a novos instrumentos de combate e controle ao povo. Tudo sob total complacência de turismo sexual e demais crimes por parte destes imperialistas.

 

Por ser o MEPR um movimento democrático-revolucionário e, consequentemente, anti-imperialista, nosso movimento tem tomado parte ativa na agitação e propaganda contra o atual massacre olímpico promovido contra o povo brasileiro, em particular no Rio de Janeiro, bem como contra todo sistema de opressão e exploração travestido de "democracia" com sua farsa eleitoral e demais instrumentos de dominação das classes dominantes.

Longe de querer aterrorizar nossos ativistas e conseguir nos afastar das massas, esta tentativa falida do velho Estado se dá justamente após a onda de ocupações de escolas no Rio de Janeiro e o vitorioso 36º Encontro Nacional de Estudantes de Pedagogia - ENEPe. O inimigo nos pinta de cores negras, como o Presidente Mao Tsetung dizia, justamente porque hoje temos obtidos grandes êxitos na nossa tarefa de servir o povo de todo coração e de ser tropa de choque da Revolução. Demarcando diante das massas de nosso povo uma linha que diferencia claramente nós de todos os outros reacionários da "direita tradicional" (do atual gerenciamento de Michel Temer) e demais fascistóides, quanto também todos os oportunistas da falsa esquerda que hoje estão relegados à segundo plano na trajetória do imperialismo de seguir dominando e saqueando nossa Nação, tendo que desesperadamente simular alguma "combatividade" para continuar existindo.

É uma alegria saber que nossa ideologia, nossa organização, nossa agitação e propaganda e nossa ligação com as massas tem cumprido seu papel, o de servir à luta popular e revolucionária, e proporcionado inquietude, temor, medo e desconforto no seio das classes dominantes!

TERRORISTA É O VELHO ESTADO BURGUÊS-LATIFUNDIÁRIO LACAIO DO IMPERIALISMO!

ABAIXO O MASSACRE OLÍMPICO!

REBELAR-SE É JUSTO!

Movimento Estudantil Popular Revolucionário - Agosto de 2016

 

Celebrações

Teses

Facebook

Jornal A Nova Democracia

FERP (Chile)